O Avaí deu a volta por cima. Com gol de Pedro Castro, aos 33 minutos do segundo tempo, derrotou o Cruzeiro por 1 a 0, nesta sexta-feira (25), no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Continua depois da publicidade

Ouça o gol:

O time catarinense estancou uma série de quatro jogos sem vencer, com três derrotas, a última delas a goleada sofrida na Ressacada para o Sampaio Corrêa, por 5 a 2, no último domingo. Com a vitória, o Avaí terminou a noite em 11º lugar, com 13 pontos, cinco à frente do Cruzeiro. No fim de semana, pode ser ultrapassado por Brasil-Pe e Confiança-SE.

Chapecoense empata sem gols com o América pela Série B

Confira outros jogos e a classificação

Continua depois da publicidade

Agora, tudo é clássico. Na terça-feira (29), às 19h15, o Avaí enfrenta o Figueirense, na Ressacada.

O gol foi marcado na reta final da partida. Getúlio, que recém havia entrado, recebeu na meia esquerda, invadiu a área, driblou Cacá puxando para trás e cruzou de pé direito. Pedro Castro concluiu de cabeça e colocou o Avaí em vantagem.

> Quarta edição do Estádio CBN traz Juca Kfouri como convidado na próxima segunda-feira (28)

Também pressionado, por vir de derrota para o CSA e realizar campanha decepcionante na Série B, o Cruzeiro tomou a iniciativa. Sem organização e criatividade, esbarrou na boa marcação catarinense. Teve posse de bola, mas pouco ameaçou o gol de Frigeri. 

– A gente teve volume de jogo, mas criou pouco. Foi um jogo de incompetência ofensiva – lamentou o técnico do Cruzeiro, Ney Franco.

Cirúrgico, o Avaí soube resistir ao domínio do adversário e definiu o jogo em uma bola.

– Optamos por manter uma marcação forte, à frente da área, e por marcar um pouco mais baixo, pois sentimos que os adversários estavam jogando no nosso erro. Fechamos o espaço que o Cruzeiro tinha para entrar por dentro, forçando a alçar bola na área, e jogamos no espaço que o Cruzeiro nos deixou. Temos de comemorar, é um resultado importante – avaliou o técnico Geninho.

Continua depois da publicidade

> Figueirense é o único mandante sem gols na Série B 2020

>> Criciúma vence o São José-RS por 2 a 0 e retorna ao G4 da Série C

Cruzeiro 0

Fábio; Daniel Guedes (Rafael Luiz), Manoel, Cacá e Matheus Pereira; Machado, Ariel Cabral (Ramon) e Maurício (Marquinhos Gabriel); Aírton (Régis), Marcelo Moreno e Arthur Caíke (Thiago). Técnico: Ney Franco

Avaí 1

Lucas Frigeri; Felipe (Arnaldo), Rafael Pereira (Kunde), Airton e Capa; Ralf, Jean Martim, Pedro Castro e Renatinho (Valdivia); Rildo (Vinícius Jaú) e Gastón Rodriguez (Getúlio). Técnico: Geninho

Gol: Pedro Castro, aos 33min, no segundo tempo

Arbitragem: Alexandre Vargas Tavares de Jesus, auxiliado por Thiago Rosa de Oliveira e Daniel do Espírito Santo Parro (trio do RJ).

Continua depois da publicidade

Cartões amarelos: Daniel Guedes, Cacá e Matheus Pereira (C); Kunde e Renatinho (A)

Local: Mineirão, em Belo Horizonte 

Destaques do NSC Total