nsc

Futebol

Avaí e Próspera somam seis suspensos para jogo de volta após confusão em Criciúma

Leão da Ilha perde dois jogadores; Time da Raça tem quatro baixas, entre treinador e atletas

26/04/2021 - 15h01

Compartilhe

Kadu
Por Kadu Reis
Confusão generalizada marcou fim do jogo entre Próspera e Avaí no Heriberto Hülse no dia 25/04/2021
Confusão generalizada marcou fim do jogo entre Próspera e Avaí no Heriberto Hülse
(Foto: )

A confusão no final do primeiro jogo entre Avaí e Próspera pelas quartas de final do Campeonato Catarinense gerou seis suspensões para a partida de volta na quarta-feira (28). O técnico prosperano Paulo Baier, que iniciou o tumulto, foi expulso junto de três jogadores do seu time. No lado azurra, dois atletas receberam cartões vermelhos.

> Faraco : Só o Avaí jogou em Criciúma e o Próspera não soube perder

A súmula da partida aponta o treinador do Próspera como responsável pelo estopim da confusão ao final do jogo, vencido pelo Leão da Ilha, por 1 a 0. Paulo Baier invadiu o campo para confrontar o zagueiro Alemão, do Avaí, com o dedo em riste. Segundo o técnico, o atleta chamou o clube prosperano de "timinho".

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

— Foi expulso diretamente por após o termino da partida por invadir o campo de jogo e ir correndo em direção aos jogadores da equipe adversária iniciando um tumulto generalizado. Informo que o mesmo tentou acertar um soco em um atleta que devido ao tumulto não pode ser identificado, da equipe do Avaí — registrou o árbitro Diego da Costa Cidral.

> Roberto Alves: O que motivou a briga entre jogadores e comissão técnica de Próspera e Avaí

Além de Baier, no lado do Próspera, o zagueiro Lastra, o lateral Sueliton e o volante Eduardo foram expulsos. O atacante Getúlio e o volante Wesley, do Avaí, também receberam o cartão vermelho. Os dois se envolveram no tumulto e tiveram atos de agressão apontados na súmula do árbitro Diego da Costa Cidral.

> Ouça o Debate Diário: a vitória do Leão e a confusão envolvendo jogadores de Próspera e Avaí

— Wesley foi expulso diretamente ao término da partida por se envolver em um tumulto generalizado, acertando um chute em seu adversário Lucas Sebastian. Getúlio foi expulso diretamente ao término da partida por se envolver em um tumulto generalizado, trocando socos e chutes com o atleta da equipe do Próspera, Eduardo Schlichting — afirma o árbitro na súmula.

> Jogador Fora de Campo: Júnior Dutra, o atacante que toca cavaquinho e fala japonês

Os seis expulsos desfalcam suas equipes no jogo de volta, nesta quarta-feira (28), na Ressacada. Baixas no Leão, Getúlio e Wesley foram reservas na última partida e não implicam mudanças. Já o Próspera perde três titulares e também o técnico Paulo Baier, que será substituído pelo auxiliar Luciano Almeida. O Avaí pode até perder por um gol de diferença e ainda assim avança para a semifinal do Campeonato Catarinense.

Leia mais

> Roberto Alves: Chapecoense encontra dificuldades contra um Hercílio Luz marcando forte

> Roberto Alves: No Heriberto Hülse, o jogo foi do jeito de ser do Avaí

> Gabigol é flagrado em passeio sem máscara às vésperas de partida do Flamengo na Libertadores

Colunistas