José Alexandre da Costa fez história nesta sexta-feira (14) em Paris e se tornou o primeiro blumenauense medalhista na história do Mundial de Atletismo Paralímpico. Com o tempo de 49 segundos nos 400m rasos, o melhor índice da carreira, o paratleta formado no programa municipal do paradesporto de Blumenau superou outros cinco adversários para garantir um lugar no pódio.

Continua depois da publicidade

O primeiro lugar ficou com o marroquino Ayoub Sadni, enquanto a prata foi garantida pelo estadunidense Tanner Wright — com os tempos de 46,78 segundos e 48,95 segundos, respectivamente.

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

O blumenauense largou bem na prova e chegou a liderar logo após a primeira curva ao lado do compatriota Lucas de Sousa Lima. Da metade da corrida em diante, porém, o paratleta do Marrocos se impôs e garantiu uma ampla vantagem — ao ponto de garantir o novo recorde mundial com o resultado.

A luta no sprint final era para definir os demais lugares do pódio e José Alexandre por pouco (cinco centésimos) não conseguiu garantir o segundo lugar.

Continua depois da publicidade

Apesar da medalha que coroa a curta carreira de José Alexandre, que tem apenas 19 anos, a participação de Blumenau no Mundial ainda não terminou: a paratleta Suzana Nahirnei disputa ainda durante a tarde desta sexta (noite em Paris) a final do arremesso de peso da categoria T46.

Destaques do NSC Total