nsc
    dc

    Final

    Brasil e Peru decidem Copa América 2019; confira os destaques dos times

    Goleadores, quem pode aparecer e os jogadores que desequilibram: veja as figuras das seleções brasileira e peruana na decisão das 17h deste domingo

    06/07/2019 - 18h10

    Compartilhe

    João Lucas
    Por João Lucas Cardoso
    Brasil e Peru se enfrentam na final da Copa América 2019
    Brasil e Peru se enfrentam na final da Copa América 2019
    (Foto: )

    Brasil joga contra o Peru neste domingo, às 17h, no Maracanã, para manter a hegemonia de ter conquistado o título em todas as vezes que sediou a Copa América. Embalada pela classificação à final após vencer a Argentina, a Seleção Brasileira conta com o apoio da torcida para confirmar o favoritismo. Por outro lado, os peruanos chegam dispostos a surpreender e coroar uma geração que voltou a colocar o futebol do país em destaque. Confira as figuras que podem fazer a diferença na partida.

    Goleadores

    Roberto Firmino (27 anos, atacante)

    A confiança dele pela conquista da Liga dos Campeões faz bem. Ainda que não seja utilizado por Tite da mesma maneira em que atua no Liverpool, da Inglaterra, se encontrou na dobradinha com Gabriel Jesus. Firmino é a esperança de fazer da Seleção Brasileira eficiente contra os peruanos.

    Paolo Guerrero (35 anos, centroavante)

    Sobre os ombros da maior estrela do futebol peruano de todos os tempos repousa a esperança de tentar o título que não é celebrado há 44 anos - o Peru venceu a Copa América de 1939 e de 1975. Não é novidade que é o principal jogador da equipe e que o técnico Ricardo Gareca monta o time para jogar em função dele.

    (Foto: )

    Desequilibra

    Philippe Coutinho (27 anos, meia)

    A exigência de meio de campo mais criativo passa pelo jogador do Barcelona. Foi eleito o melhor em campo nos dois primeiros jogos do Brasil na competição, quando a equipe passou longe de satisfazer a torcida. No entanto, em um jogo truncado como tende ser qualquer decisão, dele se espera a abertura do caminho para o triunfo.

    Gallese (29 anos, goleiro)

    Pode ser considerado o grande responsável pelo Peru estar na final do torneio. Nos dois jogos eliminatórios, quartas e semifinais, diante de Uruguai e Chile, respectivamente, foi escolhido como o homem do jogo em ambos. No primeiro, a defesa do pênalti de Suárez fez a diferença. Na partida seguinte, parou os chilenos com grandes intervenções.

    (Foto: )

    Pode aparecer

    Everton (23 anos, atacante)

    Dos três jogadores que atuam no Brasil entre os convocados, é o único titular. Com ele o Brasil conseguir passar em primeiro lugar na fase de grupos, o que fez o jogador do Grêmio mais visado pela marcação adversária. Mas dele ainda é esperado o um contra um que abre defesas e coloque um companheiro para chacoalhar as redes.

    Édison Flores (25 anos, meia)

    O tamanho e a função em campo fazem do jogador do Morelia, do México, passar despercebido dentro de campo. No entanto, Flores também marcou dois gols na competição, no empate em 1 a 1 com a Bolívia na fase de grupos e no 3 a 0 sobre o Chile. É considerado o motorzinho do time.

    (Foto: )

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas