nsc
santa

Saúde

Café sai da lista de bebidas consideradas cancerígenas

Depois de analisar mais de mil estudos, OMS retirou a classificação da bebida

16/06/2016 - 08h26 - Atualizada em: 21/06/2019 - 22h54

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

O café não é mais considerado uma bebida cancerígena pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em um estudo publicado na quarta-feira, em que destacou que consumir bebidas a temperaturas a mais de 65ºC pode ser causa provável de câncer de esôfago, a OMS afirmou que a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC), que é parte da organização, reavaliou a carcinogenicidade do consumo de café. Desde 1991, a iguaria era considerada possível cancerígeno para humanos.

Leia também:

Chimarrão e outras bebidas muito quentes podem causar câncer de esôfago

Como saber se o chimarrão está na temperatura adequada para a saúde

Atividade física regular reduz risco de 13 tipos de câncer

Para chegar à conclusão, a agência analisou minuciosamente mais de mil estudos em humanos e animais e concluiu que não existem evidências que sustentem a relação da bebida com cânceres de pâncreas, mama, próstata.

O café fazia parte do grupo 2B, que o classificava como possivelmente cancerígeno. Agora, a OMS o colocou no grupo 3, em que estão produtos não classificados como possível provocadores ou estimuladores de câncer.

Colunistas