nsc
hora_de_sc

Na Guarda

Catarinense Junior Cigano é demitido do UFC

Ex-campeão teve quatro derrotas consecutivas no pesos-pesados

05/03/2021 - 14h51 - Atualizada em: 05/03/2021 - 14h54

Compartilhe

Jorge
Por Jorge Jr.
Cigano encerrou a passagem pelo UFC
Cigano encerrou a passagem pelo UFC
(Foto: )

Ex-camepão peso-pesado, o catarinense Junior Cigano foi demitido do UFC nesta semana. A sequência de quatro derrotas consecutivas, todas por nocaute, pesaram para a organização liberar o lutador do contrato. O último revés foi em dezembro, quando caiu diante do francês Ciryl Gané.

> Fique por dentro do horário do UFC 259

> Júnior Cigano esteve em Caçador com o inseparável cinturão do UFC

Em entrevista à Hora de SC antes da última luta, Cigano afirmou que não tinha medo de ser cortado do UFC e sabia que a fase não era a melhor.

— A questão da perfomance, da vontade, da força está ali, eu me sinto muito bem e tenho certeza que ainda vou proporcionar grandes shows para as pessoas que gostam de MMA. A gente não tem controle em relação a isso, porque dentro da organização eles podem cancelar o contrato na hora que eles quiserem — disse e dezembro.

Nas redes sociais Cigano comentou sobre a saída da organização e mostrou gratidão pelos quase 13 anos como atleta do UFC, que teve como ápice a conquista do cinturão dos pesos-pesados contra Cain Velásquez.

> Mãe de Cigano: "Estou chorando de alegria e emoção por saber que meu filho venceu na vida"

— Quero agradecer o UFC pelos meus 12 anos junto a organização. Passei pelos lutadores mais cascudos para conquistar minha chance ao cinturão. Conquistar e defender o cinturao foi uma das grandes honras da minha vida. Obrigado a cada adversario, cada fã, e cada crítico. Vou traçar meu novo começo, e estou empolgado para iniciar uma nova fase.

Top 5 nocautes de Cigano

Colunistas