nsc

publicidade

Série B

CBF tira mais três pontos do Figueirense, que cai para 20 

Entidade interpreta que punição do STJD pelo WO prevê perda de mais três pontos além dos que já foram para o Cuiabá. Especialistas contestam e clube vai recorrer

08/10/2019 - 12h17 - Atualizada em: 08/10/2019 - 15h31

Compartilhe

Por Redação CBN Diário
Figueirense não entra em campo e cede W.O para o Cuiabá pela Série B
Figueirense não entrou em campo e cede W.O para o Cuiabá pela Série B em agosto
(Foto: )

A classificação da Série B do Campeonato Brasileiro, no site oficial da CBF, retirou mais três pontos do Figueirense, que assim passaria a ter 20 e não os 23 que conquistou em campo. A atualização aconteceu na noite de segunda-feira (7).

STJD puniu Figueirense com a perda de três pontos pelo WO no jogo contra o Cuiabá, em 20 de agosto, na Arena Pantanal
STJD puniu Figueirense com a perda de três pontos pelo WO no jogo contra o Cuiabá, em 20 de agosto, na Arena Pantanal
(Foto: )

No entanto, dois especialistas em direito esportivo consultados pela reportagem entendem que trata-se de uma interpretação errada da punição imposta ao clube pelo WO (não comparecimento) no jogo contra o Cuiabá. Clube e Federação Catarinense de Futebol irão recorrer.

— Como o WO não é uma coisa tão frequente, eles erraram. Será facilmente corrigido. O Departamento de Competições da CBF interpretou errado o texto da decisão do STJD, que, por sua vez, poderia ter sido mais claro também — afirmou Mário César Bertoncini, procurador do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) de Santa Catarina, à CBN Diário.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu o Figueirense com a perda de três pontos e multa de R$ 3 mil por não ter entrado em campo contra o Cuiabá, dia 20 de agosto, na Arena Pantanal. O clube mato-grossense foi considerado vencedor por 3 a 0 e levou os três pontos da partida. A assessoria de imprensa do STJD confirma que há, sim, a perda de mais três pontos. Cabe recurso.

rerodução de sentença do STJD
STJD puniu Figueirense com perda de três pontos
(Foto: )

Pela interpretação dada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Figueirense perderia, além da partida, mais três pontos (subtraídos dos conquistados em outras partidas). Com isso, o Alvinegro cairia para 20. A distância para o 16º colocado, o Vila Nova-GO, primeiro time fora da zona de rebaixamento, aumentaria para nove pontos.

O diretor jurídico da Federação Catarinense de Futebol, Rodrigo Capella, considera que houve erro e prometeu entrar em contato ainda nesta terça-feira com a CBF e o STJD. Essa também é a visão do clube.

— Houve erro de interpretação. Foi julgado em artigo que não prevê perda de pontos, somente da partida em si. Tanto que no dia seguinte ao W.O., o Cuiabá foi declarado vencedor por 3 a 0. São esses pontos que perdemos e não mais três por punição. Estou em contato com a CBF para ajustar isso — disse Eduardo Carlezzo, advogado que representou o Furacão, à reportagem do Globo Esporte Santa Catarina.

Bertoncini acredita que houve uma confusão com a punição prevista em caso de inscrição irregular de jogador. Ele se apega ao Código Brasileiro de Justiça Desportiva (STJD):

Art. 203. Deixar de disputar, sem justa causa, partida, prova ou o equivalente na respectiva modalidade, ou dar causa à sua não realização ou à sua suspensão.

PENA: multa, de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais), e perda dos pontos em disputa a favor do adversário, na forma do regulamento.

A assessoria de imprensa do STJD, Daniela Lameira, informou ao Globo Esporte que, se o Figueirense não concordar, tem que entrar com embargo para tentar reverter a situação, alegando que houve erro. E alerta: o prazo se encerra nesta quarta-feira (9). O clube também pode recorrer da punição ao pleno do próprio tribunal.

Leia as últimas notícias do NSC Total

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade