nsc
dc

Fórmula-1

Chefe da Mercedes diz ser contra nova punição a Vettel

Toto Wolff afirmou que briga entre alemão e Lewis Hamilton deve ser esquecida

27/06/2017 - 17h22

Compartilhe

Por Lancepress
(Foto: )

Toto Wolff pensa que o ato de "raiva ao volante" de Sebastian Vettel no GP do Azerbaijão deve ser esquecido. Enquanto o piloto da Ferrari recebeu pontos de penalização na superlicença e foi punido durante a corrida em Baku, há rumores de que a FIA ainda está analisando novas sanções para seu acidente de propósito com Lewis Hamilton no domingo passado.

O site alemão Auto Motor und Sport citou um comissário de corrida de Baku dizendo que "quase" decidiram desclassificar Vettel durante a corrida. O que está claro é que, entre os concorrentes do campeonato, as emoções estiveram altas, não apenas durante a corrida, mas também depois. Hamilton sugeriu que não responderia uma chamada de Vettel para discutir o incidente.

Mas o chefe da Mercedes, Wolff, foi por outro lado.

– Acho que eles devem conversar um com o outro, assim que os temperamentos esfriarem. Acredito que, dentro de alguns dias, Seb perceberá que sua conduta não foi boa. Definitivamente, os eventos não foram úteis para o futuro de seu relacionamento, mas sempre ficou claro que isso poderia acontecer. Ainda há respeito entre eles. São dois grandes do esporte – explicou o dirigente.

Além disso, Wolff afirmou que a questão de novas punições para Vettel não deve ser revista pela FIA.

– Ele já recebeu sua penalidade, então acabou. Minha cabeça já está em Spielberg para o GP da Áustria.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas