nsc
    dc

    Preparação

    Chuva e vista para o Kremlin de Kazan: o último treino da Seleção antes da Bélgica

    Brasil entra em campo nesta sexta-feira, às 15h

    05/07/2018 - 09h12

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Deslocada pela Fifa treinar no antigo estádio do Rubin Kazan, a Seleção, pelo menos, não teve do que reclamar da vista. O local fica do outro lado da avenida em que está o Kremlin da cidade e ao lado do Rio Volga. Do gramado, os jogadores podiam ver não só as construções da fortaleza como os minaretes da mesquita Kul Sharif e as cúpulas azuis e dourada da catedral ortodoxa da Anunciação.

    O volante Paulinho fez exercícios especiais com o fisioterapeuta Bruno Mazziotti e ficou de fora do aquecimento, uma animada roda em que era proibido deixar a bola cair no gramado. Filipe Luís e Taffarel pagaram com petelecos na orelha. Paulinho fez apenas treino regenerativo nos últimos dois dias. Segundo Tite, não se trata de preservação pelo esgotamento físico. O volante sofreu uma pancada contra o México e, por isso, acabou substituído aos 35 minutos do segundo tempo na segunda-feira, em Samara.

    Leia todas as notícias sobre a Copa do Mundo

    Já se aproximava do fim da janela de 15 minutos para a imprensa quando uma forte chuva começou a cair sobre Kazan. Depois de um dia de muito calor na cidade, o fim da tarde teve um refresco para os tártaros da Capital e seus ilustres visitantes.

    A Bélgica preferiu treinar em seu QG na região metropolitana de Moscou. Chegou a Kazan no meio da tarde. No inicio da noite, o técnico Roberto Martinez e um jogador concederiam entrevista coletiva.

    Veja mais notícias na página Vai, Brasil

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas