nsc
an

Dança

Confira a programação especial do Dia Mundial da Dança em Joinville e Jaraguá

Data é celebrada internacionalmente desde 1982

28/04/2016 - 14h14

Compartilhe

Por Redação NSC
Na Escola Bolshoi, comunidade tem a experiência de viver um dia de aluno
Na Escola Bolshoi, comunidade tem a experiência de viver um dia de aluno
(Foto: )

Nesta sexta-feira, só fica parado quem quiser, porque a programação do Dia da Dança será capaz de esquentar até o mais descoordenado iniciante nesta arte. Criada há 34 anos em comemoração ao dia de nascimento do bailarino e coreógrafo Jean-Georges Noverre, um revolucionário da dança no século 18, a data é festejada no mundo inteiro. A cidade conhecida por seu festival e pela única filial da Escola Bolshoi fora da Rússia não poderia ficar de fora, e Jaraguá do Sul entra na dança também.

Confira as diferentes formas de curtir o dia:

Em forma de conhecimento

O Instituto Festival de Dança de Joinville aproveita a data para dar início à contagem regressiva para o 34º Festival de Dança, que começa em 20 de julho. O tradicional Relógio da Dança, instalado em um canteiro entre as ruas Ministro Calógeras e Ottokar Doerffel desde 2012, foi reprogramado e começa a marcar quantos dias faltam para o início do evento.

Neste ano, a ação comemorativa ao Dia Mundial da Dança é a distribuição de um jornal ilustrado para alunos do segundo ao quarto ano do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação, com tiragem de 18 mil exemplares. O informativo "Festival de Dança, uma História de Amor com Joinville" é um meio incentivar e divulgar a arte da dança entre os estudantes.

O material apresenta a linha do tempo do evento, explica os diferentes gêneros de dança, informa medidas saudáveis para quem quer ser um artista-atleta da dança e ainda traz atividades como cruzadinha e caça-palavras. O objetivo é divulgar o Festival de Dança de Joinville a um público que nasceu na última década e, com isso, trabalhar a formação de plateia. O estudantes de jornalismo e produtor cultural Jonas Raitz e artista visual Ronaldo Diniz assinam a publicação.

Em forma de experiência

Como já é tradição neste dia, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil abre para a comunidade sentir o gostinho de fazer aula com os mestres russos nas salas da instituição de ensino. Neste ano, 600 participantes de várias idades e cidades viverão essa experiência. Além de Joinville, eles também vem de Rio Negro, Itapoá, Navegantes, Bombinhas e até um grupo de São Paulo planejou sua vinda à cidade especialmente para a data.

Na programação especial, a escola recepciona com espetáculos de dança e uma aula com mestres russos e brasileiros. Todos os envolvidos vão dançar uma das disciplinas ensinadas pela Escola Bolshoi - para participar, não é preciso saber nenhuma técnica. Ao final das atividades, todos recebem um certificado de bailarino por um dia do Bolshoi Brasil.

Em forma de espetáculo

O Dia da Dança começou a ser comemorado um dia antes pela Prefeitura de Joinville. Nesta quinta-feira, grupos de dança da Escola Municipal de Ballet, da Casa da Cultura, das escolas da rede municipal e particular de ensino de Joinville e de estúdios de dança da cidade se apresentaram no Teatro Juarez Machado, onde também ocorre a Mostra de Danças Urbanas às 19 horas.

Na sexta-feira, a programação continua com um ensaio aberto de balé clássico e neoclássico da Escola Municipal de Ballet, às 14 horas. A proposta é que o público confira os métodos de ensino da instituição. Às 19h30, 22 grupos de dança de adultos sobem ao palco do Teatro Juarez Machado com apresentações de balé, jazz, sapateado, danças populares e urbanas. As entradas, gratuitas, foram distribuídas até quarta-feira.

:: Leia as últimas notícias de Joinville e região ::

Em forma de contrapartida social

A Ama Cia. de Dança fará uma apresentação gratuita na Associação de Moradores e Amigos do Bairro Itinga (Amorabi). O espetáculo Literatura Encena integra o projeto de manutenção da companhia, patrocinado pelo Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec), no qual a companhia foi contemplada pelo Mecenato Cultural em 2015. Em cena, os bailarinos interpretam trechos das obras coreográficas FP 299, de Amarildo Cassiano, e Ki-Chá, de Erika Rosendo. Ambas tem inspiração na literatura - Fernando Pessoa e Carlos Castañeda - e representam a magia dos autores e a força da criação conjunta entre diretor e elenco.

Em forma de aulão

Na noite de sexta-feira haverá um aulão para iniciantes no restaurante Casa do Capitão. A ideia é apresentar técnicas básicas de gêneros como forró e samba para quem tem vontade de dançar, mas acha que pode ser muito difícil. O aulão tem o objetivo de ser divertido, já que, depois, haverá buffet de massas, apresentações de dança de salão e pista aberta no fim da noite para quem quiser bailar até o Dia da Dança chegar ao fim. A participação no evento custa R$ 30 por pessoa e dá direito à aula e ao jantar.

Jaraguá do Sul

Em forma de palco livre

No sábado, dia 30, a Dançar A2 Escola de Dança apresenta o espetáculo Detalhes, às 20 horas, no pequeno teatro da Scar. Os ingressos custam R$ 20 (com meia-entrada para estudantes e idosos) e podem ser adquiridos na secretaria do Centro Cultural da Scar. A realização é de Lisa Jaworski, integrante do Movimento Dança Jaraguá e da Aprodança - Associação Profissional de Dança do Estado de Santa Catarina, com apoio da Scar.

Mais dança no domingo

Todos os anos, os grupos joinvilenses que querem tentar uma vaga na Mostra Competitiva do Festival de Dança passam por uma seletiva ao vivo no palco do Teatro Juarez Machado. São 18 grupos com 38 coreografias nos gêneros balé clássico de repertório, balé neoclássico, dança contemporânea, danças populares, danças urbanas e jazz. A apresentação é aberta ao público e ocorre no domingo, a partir das 19 horas. Os ingressos estão à venda na sede do Instituto Festival de Dança (no terceiro piso do Centreventos Cau Hansen), a R$ 20, com meia-entrada para estudantes, professores da rede municipal e estadual, idosos e pessoas com deficiência física. O horário de atendimento nesta sexta é das 9h às 17h30.

Corrida pelos ingressos

Nos dias 30 de abril e 1º de maio, os ingressos para as atrações do 34º Festival de Dança começam a ser vendidos para o público em geral, com bilheteria física no Centreventos Cau Hansen das 13 às 19 horas. Depois, de 2 de maio a 15 de julho, a venda de ingressos será somente pela internet e na sede do Festival de Dança (das de segunda a sexta, das 10 às 17 horas).

Nesta edição, Festival traz para a a São Paulo Companhia de Dança para a Noite de Abertura, em 20 de julho, e o Balé do Teatro Guaíra para a Noite de Gala, em 25 de julho. Confira a programação completa em AN.com.br.

Colunistas