nsc
    dc

    Matemática

    Confira os cálculos do Criciúma para atingir cada objetivo na Série B

    Fugir do rebaixamento? Terminar entre os dez? Subir para a Série A? Saiba o que é necessário

    10/06/2018 - 06h50

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Empate com o Boa Esporte dificultou as metas do Criciúma para o turno
    Empate com o Boa Esporte dificultou as metas do Criciúma para o turno
    (Foto: )

    Os números e as probabilidades dão razão ao técnico Mazola Júnior quando ele diz que o Criciúma não pode pensar em G-4 tão cedo. Com apenas oito pontos conquistados em dez jogos, o Tigre precisa batalhar muito para atingir mesmo o mais modesto dos objetivos para a temporada, que é fugir do rebaixamento.

    Confira quais são as reais possibilidades do Criciúma para atingir metas nessa Série B.

    ATÉ O FIM DO TURNO

    Sair do Z-4

    Pelo histórico do campeonato, 23 pontos é uma pontuação segura para estar fora do Z-4 após a 19ª rodada. Para isso, o Criciúma precisa de 55,5% de aproveitamento nos próximos jogos até o fim do turno, mais que o dobro do que tem até aqui. Para chegar na metade do campeonato fora da degola o Tigre deve fazer uma campanha parecida com a do Coritiba, que é o quarto colocado atualmente.

    Ficar entre os 10

    A meta estabelecida pelo clube e repetida pelos jogadores na coletiva é estar na metade de cima da tabela ao fim do turno. Mas ela deve ser revista com o empate em casa contra o Boa. No ano passado, o Londrina era o 10º colocado após a 19ª rodada com 27 pontos. Para alcançar essa pontuação, o Criciúma precisa de um aproveitamento de 70%, ou seja, uma disparada semelhante à do Fortaleza, líder da competição até aqui.

    Chegar ao G-4

    O quarto colocado costuma ter em torno de 32 pontos ao fim do turno. Para atingir essa meta para lá de audaciosa, o Tigre precisaria vencer 8 dos 9 jogos que restam. Mazola tem razão: é melhor esquecer.

    ATÉ O FIM DO CAMPEONATO

    Sair do Z-4

    Para terminar a Série B livre do rebaixamento, 47 pontos é o número mágico. Se não quiser correr esse risco, o Criciúma deve fazer um aproveitamento de 46%, que não é tão alto, mas bem melhor do que os atuais 26,7%. O aproveitamento de que o Tigre precisa a partir daqui é semelhante ao do Juventude, atual 11º colocado na Série B.

    Ficar entre os 10

    O décimo colocado da Série B costuma somar aproximadamente 54 pontos. Para conseguir terminar na metade de cima da tabela, o Criciúma tem que fazer uma campanha de acesso a partir de agora, com 55% de aproveitamento. Neste ano, até agora, só os times do G-4 superaram essa marca.

    Chegar ao G-4

    O sonho da torcida do Criciúma não está nada perto da realidade. Para alcançar os 65 pontos que praticamente garantem o acesso, o Tigre precisa ganhar dois a cada três jogos até o fim da competição e ainda empatar mais alguns para chegar a um aproveitamento de 68% nos 28 jogos que restam.

    Mais notícias do Criciúma

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas