nsc
    dc

    Prova real

    Coronavírus: não há recomendação oficial de que água oxigenada previna o contágio pelo vírus

    Em vídeo que circula nas redes, produto é sugerido como alternativa para desinfetar objetos pessoais e higienizar as mãos e o rosto; infectologistas contestam

    18/03/2020 - 16h15 - Atualizada em: 18/03/2020 - 20h39

    Compartilhe

    Cristian Edel
    Por Cristian Edel Weiss
    Em vídeo que circula nas redes sociais, nutrólogo afirma ser seguro passar toalha embebida em água oxigenada para proteger mãos e rosto contra o coronavírus
    Em vídeo que circula nas redes sociais, nutrólogo afirma ser seguro passar toalha embebida em água oxigenada para proteger mãos e rosto contra o coronavírus
    (Foto: )

    Circula em correntes pelo Whatsapp o vídeo de um suposto médico, que recomenda a população a utilizar água oxigenada (peróxido de hidrogênio), para higienizar as mãos e o rosto como forma de evitar o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19). Especialistas ouvidos pela reportagem, no entanto, afirmam não haver recomendação oficial, por enquanto, para uso do produto nem evidências suficientes de que ele proteja contra o vírus.

    Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus

    No vídeo, o homem se apresenta como nutrólogo de Brasília e afirma ser “fã incondicional” da água oxigenada. Ele sugere que as pessoas usem o produto para desinfetar objetos pessoais, as mãos e o próprio rosto.

    “Eu acho que é muito fácil a gente conseguir se proteger um pouco mais. Água oxigenada você compra em qualquer farmácia. 100 ml é um frasquinho que custa barato e você vai fazer uma mistura com uma garrafa pet de água, de um litro e meio”, descreve.

    Em seguida, ele sugere aplicar essa solução num pano ou toalha de rosto. “Para você carregar na rua. Você pode sair, você vai se proteger e toda vez que você tocar alguma coisa, você passa nas mãos, você limpa o seu celular, o teclado que você for usar, para chamar o elevador. E não tenha receio de passar várias vezes por dia, use como proteção. Isso vai fazer com que você possa ter seus afazeres normais. Você pode usar na sua higiene, você pode passar no seu rosto”, afirma o homem no vídeo.

    Sem comprovações até o momento

    Especialistas consultados pela reportagem, no entanto, afirmam não haver comprovações de que o produto proteja o indivíduo do contágio pelo vírus.

    – Infelizmente, não parece ser efetiva a água oxigenada para coronavírus. Até o momento, não vi nenhuma orientação que comprove – afirma o infectologista Fabio Gaudenzi de Faria, ex-superintendente da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina e médico da rede estadual.

    O também infectologista e professor do curso de Medicina da Univali, Pablo Sebastian Velho, não recomenda o uso de água oxigenada para higiene pessoal:

    – A forma demonstrada no vídeo traz contaminação desse pano ou lenço não descartável. E esse uso para higiene pessoal está contraindicado.

    O que é eficaz para a prevenção ao coronavírus

    Velho ressalta, no entanto, que a água oxigenada pode ser utilizada somente na limpeza das superfícies domésticas.

    Para higienização de mãos, nada melhor do que água e sabão. Pablo Sebastian Velho, infectologista e professor da Univali

    Ambos os especialistas concordam que é melhor se ater às recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde:

    - Lave as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização, ou higienize com álcool em gel 70%

    - Cubra com o braço, nunca com as mãos, boca e nariz ao tossir ou espirrar ou com um lenço de papel, que deve ser descartado no lixo em seguida.

    - Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas

    - Evite contato próximo com pessoas doentes

    - Fique em casa se estiver doente

    - Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados com freqüência

    - Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos

    - Evite aglomerações e mantenha os ambientes ventilados

    - Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção)

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas