nsc
    dc

    Série B

    Diretor de futebol do Criciúma não fica em 2020: "É uma decisão tomada"

    João Carlos Maringá chegou ao clube no início de março 

    19/09/2019 - 09h49 - Atualizada em: 19/09/2019 - 09h51

    Compartilhe

    Lariane
    Por Lariane Cagnini
    (Foto: )

    Com o Criciúma na zona de rebaixamento, assuntos extra campo também têm chamado a atenção do torcedor. Nesta quarta-feira, o diretor de futebol João Carlos Maringá anunciou que não fica no clube ano que vem, e que assim que terminar a Série B, se despede do cargo.

    — Estou com 56 anos e não estou a fim de me incomodar com futebol ano que vem, pronto. Vou parar, se aparecer outro time pra eu ir vou analisar. Está sofrido ou não está? Está para todo mundo, se eu ficar mais um tempo aqui e tiver essa dificuldade eu vou morrer, vou enfartar — comentou.

    A declaração foi dada em um encontro com a imprensa no Centro de Treinamento Antenor Angeloni. A pauta da conversa era outra, promoção de ingressos, explicações sobre as partidas deficitárias da Série B, porém a fala do executivo pegou todo mundo de surpresa.

    — Até eu fiquei (surpreso), já me arrependi (de ter falado), mas é uma decisão tomada — reforçou.

    Maringá chegou ao clube em março desse ano, e poucos dias depois, apresentou o técnico Gilson Kleina. O comandante deixou o cargo no começo de agosto, Wilsão assumiu interinamente, e no final do mês passado o Tigre fechou com Waguinho Dias.

    — Essa era uma vontade antiga do Jaime (Dal Farra, presidente). Waguinho é um treinador de sucesso em Santa Catarina, e nós acreditamos que é com ele que a gente vai salvar (a Série B) — comentou.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas