nsc
    dc

    Desafio

    Ex-campeã, Miesha Tate diz que aceitaria luta em peso casado contra Cris Cyborg

    Americana disse que, como não detém mais o cinturão, está liberada pelo UFC para fazer uma luta fora da categoria dos galos femininos

    24/10/2016 - 07h16 - Atualizada em: 21/06/2019 - 22h25

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Tate foi campeã do peso galo feminino por quatro meses
    Tate foi campeã do peso galo feminino por quatro meses
    (Foto: )

    Enquanto a volta de Ronda Rousey aos octógonos será em uma disputa de cinturão contra a brasileira Amanda Nunes no peso galo, a ex-campeã Miesha Tate está disposta a fazer uma superluta. Em entrevista ao programa MMA Hour, a americana disse que aceita enfrentar Cris Cyborg.

    — Quando eu era a campeã, me disseram que não poderia lutar em peso casado. Ou ela teria que bater o limite do peso galo (61,2 quilos) ou eu não poderia ser a campeã. Agora, como não sou mais a campeã, eu tecnicamente poderia lutar pesando 140 libras (63,5 quilos). Não tenho nada contra isso, porque não tenho nada a perder com essa luta — disse Tate.

    Leia mais:

    Dana White perdoa Spider por críticas: "Eu amo o Anderson Silva"

    Caju Freitas: UFC pode rumar para a falência

    St. Pierre anuncia fim do contrato com o UFC e não crava retorno

    A categoria dos galos femininos foi dominada por Ronda desde a sua criação, em 2013, até a derrota de Rousey para Holly Holm em novembro do ano passado. Desde então, o título já passou por Holm e Tate até chegar a Amanda Nunes no UFC 200, em julho. A defesa de Amanda contra Ronda será no UFC 207, dia 30 de dezembro.

    Cris Cyborg vive uma polêmica. Atual campeã peso pena do Invicta FC, a brasileira fez duas lutas em peso casado intermediário entre os galos e penas, mas não consegue descer mais para ter a chance de disputar um cinturão — não há a categoria dos penas femininos no UFC.

    Cyborg é considerada uma das melhores lutadoras do mundo e não perde desde a sua estreia no MMA profissional, em 2005, para Erica Paes. Desde então, são 17 vitórias e uma luta sem resultado. No UFC, Cyborg passou por Leslie Smith e Lina Lansberg.

    Miesha Tate tem 18 vitórias e seis derrotas na carreira — incluindo duas para Rousey. Ela chegou a ser campeã do UFC ao finalizar Holly Holm em março, mas perdeu na primeira defesa de cinturão, também por finalização, para Amanda Nunes no UFC 200.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas