O Figueirense acertou a dívida salarial com jogadores e funcionários, que está prevista na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), conforme apurado pelo NSC Total nesta quarta-feira (8). O Alvinegro estava com dois meses de salários atrasados, que foram quitados nesta quarta usando a verba que recebeu após a assinatura do contrato com a Liga Forte Futebol (LFF).

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Assim como trouxe o colunista do NSC Total, Rodrigo Faraco, os clubes catarinenses receberam 50% do valor acordado no fechamento de contrato. O restante será pago em duas parcelas de 25%, sendo a primeira em 12 meses após a assinatura e a segunda em 18 meses.

O Figueirense deve receber R$ 6 milhões em contrapartida dos 20% das receitas comerciais geradas pelo bloco da Liga Forte Futebol pelos próximos 50 anos, a partir de 2025.

Ainda de acordo com a apuração do NSC Total, resta um direito de imagem que está em aberto, mas que ainda não venceu e, no momento, não conta como dívida em atraso do Figueirense

Continua depois da publicidade

Reunião para discutir venda da SAF

O conselho deliberativo do Figueirense convocou uma reunião extraordinária para a próxima terça-feira (14) com o objetivo de discutir assuntos envolvendo a negociação da venda da SAF para a Clave.

Entre elas, está a autorização da realização de empréstimos pela SAF à associação através do repasse de recursos captados pela Sociedade Anônima junto à Clave. Além disso, a autorização da alienação fiduciária de 90% das ações da SAF.

Leia o documento que comprova o início da operação da venda da SAF do Figueirense

Assista também

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC

Destaques do NSC Total