Com desfalques, improvisações e poucas chances criadas, o Figueirense voltou a oscilar e sofreu a terceira derrota em sete jogos no Campeonato Catarinense 2022. Na tarde deste domingo, o Alvinegro perdeu por 1 a 0 para a Chapecoense, na Arena Condá, em confronto pela sétima rodada. Rodriguinho, aos 40 minutos so segundo tempo, marcou o único gol do jogo.

Continua depois da publicidade

A Chapecoense chega à quarta vitória no Catarinense e, com 12 pontos, praticamente encaminha a classificação às quartas de final. O Figueirense volta a perder após ter vencido o Marcílio Dias na rodada passada e permanece com oito pontos, ainda dentro do G-8, porém, a pressão pela vaga aumenta.

Chape e Figueira voltam a jogar na quarta-feira, ambos às 19h (de Brasília). O Verdão do Oeste visita o Concórdia no Domingos Machado de Lima, pela oitava rodada. O Figueirense tem compromisso diante do Próspera, mas no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, em duelo adiantado pela 10ª rodada.

Furacão arma retranca

A Chapecoense foi melhor na primeira metade do jogo. Com Bolívar à beira do gramado após a saída de Felipe Conceição para o Náutico, o Verdão do Oeste mostrou um ritmo mais forte, pressionando o Figueirense ainda no campo de ataque e criando as melhores oportunidades. Com improvisações nas laterais, como Maurício, na esquerda, e Natan, na direita, o Alvinegro pouco conseguiu ultrapassar a linha de meio de campo e viu o time do Oeste ser superior. 

As chances, porém, não foram muitas. Aos 32 minutos, Sousa testou firme após levantamento de Fernando, e a bola acertou a rede do gol do Figueira, mas pelo lado de fora. No minuto seguinte, Perotti venceu o goleiro Rodolfo Castro após toque de cabeça, mas o camisa 9 do Verdão do Oeste estava impedido. O gol foi anulado.

Continua depois da publicidade

Pouca criatividade

Na volta do intervalo, o Figueirense teve sua única chance no jogo todo. Aos quatro minutos, Luizinho recebeu de Jhon Cley e finalizou sem força para defesa de João Paulo. Depois disso, a Chape voltou a controlar as ações. Aos 10, Fernando bateu com força e a bola passou por cima da meta alvinegra. Seis minutos depois, Marcelo Santos chutou de fora da área para Rodolfo Castro defender sem dificuldade. 

A Chape ampliou o volume de jogo e foi na busca do gol da vitória. Aos 30, Caio Rangel também tentou o chute rasteiro, mas a bola passou ao lado da meta do Furacão. Aos 40, porém, o Verdão do Oeste mandou a bola para a rede. Marcelo Freitas tocou para Foguinho, que bateu para defesa de Rodolfo Castro. No rebote, Rodriguinho, de carrinho fez o gol da vitória por 1 a 0, na Arena Condá.

Destaques do NSC Total