nsc
    dc

    Série B

    Figueirense vence Brasil de Pelotas e mantém distância da zona de rebaixamento

    Alvinegro derrotou o Xavante por 2 a 0, neste sábado, no Orlando Scarpelli

    04/11/2017 - 15h22 - Atualizada em: 04/11/2017 - 16h50

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Jorge Henrique fez o primeiro gol do Figueirense neste sábado
    Jorge Henrique fez o primeiro gol do Figueirense neste sábado
    (Foto: )

    O Figueirense conquistou neste sábado uma vitória importante na luta contra o rebaixamento. Em confronto direito pela permanência na Série B, o time venceu o Brasil de Pelotas por 2 a 0 no Orlando Scarpelli. Com gols de Jorge Henrique e André Luís, o Alvinegro manteve distância do Z-4 e se aproximou o número "mágico" de 45 pontos, considerado o necessário para garantir um lugar na Segunda Divisão.

    Na próxima terça, às 20h30min, o Figueira joga contra o Oeste, na Arena Barueri. O adversário vem de vitória sobre o Paraná, fora de casa, e luta pelo acesso à elite nacional.

    No confronto deste sábado, o técnico Milton Cruz manteve o atacante André Luís no time titular, com Henan, artilheiro do time no campeonato, na reserva. Logo no início do jogo, a aposta do comandante alvinegro parecia que iria dar certo. Em jogada pela esquerda, Marco Antônio cruzou e André Luís, de cabeça, obrigou o goleiro Marcelo Pitol a fazer grande defesa.

    O Brasil de Pelotas ainda tentava entrar na partida quando o Figueirense perdeu ótima oportunidade de abrir o placar. Em novo cruzamento, desta vez da direita, Renan Mota, livre de marcação, cabeceou no travessão. O Alvinegro diminuiu o ritmo, mas seguiu sem levar sustos até abrir o placar. Na primeira tentativa de Jorge Henrique, Pitol salvou a equipe gaúcha. Mas na segunda o goleiro Xavante não teve o que fazer. Em escanteio cobrado por Marco Antônio, a bola passou pela defesa e Jorge Henrique, dentro da pequena área, empurrou para as redes.

    A única chance do Brasil de Pelotas no primeiro tempo começou num erro de Zé Antônio, que entregou a bola ao adversário. João Afonso lançou Marcinho, que invadiu a área e chutou para a defesa de Saulo. No início do segundo tempo, os visitantes assustaram com Rafinha, em chute de fora da área que passou perto da meta defendida por Saulo.

    Depois, o Figueirense controlou a partida e poderia ter feito o segundo, na cabeçada de André Luís que passou sobre o gol de Pitol. O Alvinegro manteve o adversário no campo de defesa e ainda ampliou a vantagem. André Luís ficou com a bola na frente da área, arriscou o chute e acertou o canto, dando números finais ao confronto.

    Ficha técnica

    Figueirense: Saulo; Dudu, Naylhor, Ferreira e João Lucas; Dudu Vieira, Zé Antônio, Marco Antônio (Abuda) e Renan Mota (Lucas); Jorge Henrique (Ferrugem) e André Luís. Técnico: Milton Cruz.

    Brasil-RS: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco e Marlon (Lincom); João Afonso, Leandro Leite, Itaqui e Rafinha (Aloísio); Marcinho e Juninho (Cassiano). Técnico: Clemer.

    Gols: Jorge Henrique (F, aos 38min/1ºt) e André Luís (F, aos 41min/2ºt)

    Cartões amarelos: André Luís, Renan Mota (F), Rafinha, Marlon, João Afonso, Cassiano, Leandro Leite (B)

    Arbitragem: Paulo Roberto Alves Junior, auxiliado por Pedro Martinelli Christino e Rafael Trombeta (trio do PR).

    Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)

    Público: 4.448

    Renda: R$ 84.985,00

    Leia mais notícias sobre o Figueirense

    Acesse a tabela da Série B do Brasileirão

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas