nsc
dc

Mundial 2018

França e Croácia decidem o título da Copa do Mundo da Rússia

Sintonia francesa opõe o esforço crota na final deste domingo, às 12h (de Brasília), no Estádio Luzhniki, em Moscou

14/07/2018 - 15h48

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Invictos, mas com estilos diferentes. França e Croácia se encontram para o último capítulo da Copa do Mundo da Rússia. Quem vai escrever o melhor roteiro final: a sintonia francesa ou o esforço croata? Dois times, 11 jogadores de cada lado, milhões de torcedores, mas apenas uma equipe vai soltar o grito de campeão. A decisão ocorre neste domingo, às 12h (de Brasília), no Estádio Luzhniki, em Moscou.

Assim que o árbitro argentino Nestor Pitana, da Argentina, trilhar o apito para encerrar o confronto, os apaixonados pelo futebol saberão qual das seleções vai reinar pelos próximos quatro anos, quando o Mundial desembarcará no Catar. A França tenta seu segundo título, enquanto a Croácia busca, depois de se tornar a 13ª equipe a decidir a Copa, ser o nono time a entrar para o seleto grupo de campeões.

Após uma primeira fase sólida e sem problemas para avançar em primeiro lugar no Grupo C, os franceses cresceram no mata-mata. Pelas oitavas de final, a vitória por 4 a 3 em cima da Argentina deu força para manter o nível de atuação elevado até a final. Kanté desarmou, Mbappé acelerou, Pogba criou e Griezmann finalizou. A engrenagem da França a fez eliminar o Uruguai nas quartas e em seguida superar a Bélgica.

Finalista pela primeira vez, a Croácia liderou o Grupo D, à frente da Argentina. Na fase decisiva, passou por três prorrogações, mas bateu Dinamarca e Rússia, nos pênaltis, pelas oitavas e quartas de final, respectivamente. No último ato antes da decisão, os croatas sofreram por 120 minutos para eliminarem a Inglaterra, por 2 a 1. O esforço coletivo fez a equipe que veste xadrez acreditar no impossível.

(Foto: )

Vantagem francesa

A Croácia chega à final com um jogo a mais em relação aos franceses, pois as três prorrogações, somadas, equivalem a 90 minutos. Por isso, a França tem essa ligeira vantagem em relação ao desgaste físico. A situação fica ainda mais evidente a considerar que os Blues tiveram um dia a mais de descanso. A semifinal diante dos Belgas foi na terça-feira, enquanto os croatas eliminaram os ingleses na quarta-feira.

– Não estamos aqui para dizer que eles jogaram prorrogações. Vimos a última partida. Tivemos a impressão de que era a primeira partida. Foi incrível. Eles estarão lá. É uma final de Copa. São jogadores de muita experiência. Não acho que as partidas na prorrogação serão uma desvantagem para eles – disse o meio-campista francês Matuidi.

Em números, a Croácia percorreu 112 quilômetros a mais que a França. Considerando os seis jogos das seleções até a final, os franceses tiveram uma distância somada de 608 quilômetros - isso equivale ir de Florianópolis a Chapecó. Do outro lado, a Croácia teve um total de 720 quilômetros - que é o mesmo de Floripa a São Paulo.

– Nós tivemos três prorrogações. É culpa nossa não termos resolvido os jogos antes. Vamos estar prontos para a França. Alguém disse que nós nos preparamos apenas para a fase de grupos, o que está errado. Nos preparamos para estar aqui. A França tem um dia a mais de descanso, mas isso não é desculpa. Vamos jogar contra a França como se fosse o primeiro jogo da Copa. Não vamos dar desculpas – falou o técnico croata Zlatko Dalic.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA

Lloris; Pavard, Umtiti, Varane e Lucas Hernández; Kanté, Matuidi e Pogba; Mbappé, Griezmann e Giroud. Técnico: Didier Deschamps.

CROÁCIA

Subasic; Vrsaljko, Vida, Lovren e Strinic; Rakitic, Brozovic, Rebic, Modric e Perisic; Mandzukic. Técnico: Zlatko Dalic.

ARBITRAGEM: Nestor Pitana, Hernan Maidana e Juan Belatti (trio da Argentina).

DATA E HORA: domingo, às 12h (de Brasília).

LOCAL: Estádio Luzhniki, em Moscou.

TRANSMISSÃO: NSC TV, Sportv e CBN Diário.

MINUTO A MINUTO: NSC Total e Diário Catarinense.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas