publicidade

Esportes
Navegue por

Leão

Geninho elogia opções do Avaí e vibra com Moritz: "Mais ânimo"

Treinador está confiante na sequência do trabalho à frente do time

11/02/2019 - 15h03

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Moritz voltou a marcar pelo Leão depois de quase um ano
(Foto: )

A vitória do Avaí por 3 a 1 em cima do Tubarão no domingo, fora de casa, mostrou a força do elenco azurra. O técnico Geninho enalteceu os atletas que entraram no decorrer do confronto e ajudaram na construção do placar positivo pelo Campeonato Catarinense. Duas das três trocas foram devido a lesões. O lateral-direito Alex Silva e o atacante Daniel Amorim saíram após problemas de ordem médica, enquanto Gabriel Lima deixou o campo por opção do treinador.

– O banco está ali para ajudar. Fico contente quando alguém entra e ajuda. Foram bem, o Caio Paulista poderia ter ido melhor, porque pegou um marcador com cartão. A ideia era a individualidade em cima deles. Ele arrancava e pisava, talvez porque um companheiro pedia. A orientação era partir para cima, tem essa qualidade – falou o treinador.

Entre os jogadores que tiveram a chance de ir a campo no segundo tempo estava André Moritz. Formado na base azurra, o experiente meia anotou o terceiro gol, assegurando o placar positivo em Tubarão. Geninho elogiou a postura do atleta, que agora tem tudo para ficar mais animado para a sequência da temporada do Avaí.

– Feliz de o Moritz fazer o gol, vai dar mais ânimo para ele trabalhar. É essencial o jogador saber que é importante em cinco ou 10 minutos. Aqui não temos uma individualidade. Não conjugamos a primeira pessoa, mas sim a primeira do plural. Sempre nós. É o grupo. Por isso não reclamo quando perco titular – destacou o treinador.

Moritz entrou aos 33 minutos no lugar de Daniel Amorim, autor dos outros dois gols azurras e que se machucou logo depois de anotar o segundo. Ele destacou que tem como característica a chegada ao ataque e agradeceu ao atacante Getúlio pelo assistência, o que facilitou o arremate.

– Essa foi a posição que me criei desde a base. Depois me adaptei na Inglaterra, um treinador pediu para eu fazer a função de camisa 8, o box-to-box, mas sempre joguei como um 10, chegando mais. Sei que tenho várias limitações, a velocidade é uma delas, mas uma grande virtude é a finalização. Tenho que agradecer ao Getúlio, um passe na medida, precisei nem dominar – falou Moritz.

Com a quarta vitória no Catarinense, o Avaí chegou aos 13 pontos e segue a três do primeiro colocado Figueirense e da vice-líder Chapecoense. No final de semana, o Leão encara o Brusque na Ressacada. A oitava rodada, aliás, tem o duelo entre os líderes e, por isso, um bom resultado azurra diante da torcida no domingo, às 17h, ajuda na diminuição da distância. Antes, porém, a equipe de Geninho tem compromisso pela Copa do Brasil. Na quarta-feira, às 20h30min, enfrenta o Real Ariquemes, de Rondônia.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação