nsc

Saindo

Geninho pede ao Avaí para ser demitido e direção aceita

Técnico encerra a sua terceira passagem pelo clube, desta vez sem acesso

04/12/2020 - 16h11 - Atualizada em: 04/12/2020 - 16h13

Compartilhe

Janniter
Por Janniter de Cordes
Geninho não é mais técnico do Leão da Ilha(Foto: Leandro Boeira/Avaí FC)
Geninho não é mais técnico do Leão da Ilha
(Foto: )

O Avaí anunciou na tarde desta sexta-feira (04) a demissão do técnico Geninho. O clube confirmou a informação em nota nas redes sociais, dizendo que em reunião com o presidente Francisco Battistotti, o técnico pediu para ser demitido e a direção aceitou. Agora, a diretoria vai buscar um novo técnico.

Após o empate contra o Operário-PR na noite desta quinta-feira (03) em 1 a 1 fora de casa, a pressão aumentou em cima do profissional, que na entrevista após a partida disse que, se sua permanência fosse atrapalhar, ele deixaria o clube.

Geninho também citou que retornou para o clube para ajudar e que gosta mais do Avaí do que alguns torcedores. Acrescentou que não queria criar um problema institucional após a mesa diretora do Conselho Deliberativo se posicionar contra a decisão da diretoria em manter o técnico após a derrota para o Oeste.

Geninho encerra a sua terceira passagem pela Ressacada. O profissional chegou para substituir Rodrigo Santana, que foi demitido após a queda do Avaí na quartas de final do Campeonato Catarinense para a Chapecoense. Nesta passagem, Geninho fez 26 jogos, com 11 vitórias, quatro empates e 11 derrotas e um aproveitamento de 47,4%.

Na nota divulgada no perfil oficial no Twitter, o Avaí diz que Geninho agradeceu ao presidente do clube, Francisco Battistotti, ao vice Amaro Lúcio, todos os diretores, funcionários, membros da comissão técnica e jogadores e desejou sucesso ao clube na caminhada de retorno à Série A do Brasileiro.

Colunistas