nsc
    dc

    Série C do Catarinense

    Goleiro sofre 16 gols nos dois primeiros jogos como profissional

    Mateus Rodrigues Vieira fica marcado pela maior goleada do futebol de Santa Catarina no ano, o 14 a 0 sofrido pelo Curitibanos

    18/09/2018 - 13h55 - Atualizada em: 18/09/2018 - 14h40

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Na primeira partida como titular na vida, Mateus tomar 14 gols na derrota do Curitibanos diante do Próspera
    Na primeira partida como titular na vida, Mateus tomar 14 gols na derrota do Curitibanos diante do Próspera
    (Foto: )

    Jogador do Curitibanos, Mateus vai ficar marcado como o goleiro que mais sofreu gols em uma única partida no futebol catarinense em 2018. Era ele o defensor da meta da equipe que sofreu a goleada por 14 a 0 para o Próspera, no último domingo, no Sul de Santa Catarina. Na rodada anterior, ele fez a estreia ao entrar no decorrer da partida contra o Orleans e sofrer dois tentos. O atleta de 21 anos chamou atenção nas redes sociais pela forma física. De acordo com o presidente do clube, Ivanir Soliman, foi o primeiro jogo dele como titular em um time de futebol profissional.

    — Nunca jogou em lugar algum, é o primeiro contrato dele como profissional. Tinha o sonho de ser jogador profissional. Quiseram colocar para jogar e deu no que deu. Ele está fora do condicionamento físico. Já fui goleiro, joguei na Caçadorense. Isso só aconteceu porque eu não estava lá. Tive que ir a Chapecó para resolver assuntos particulares — relata Soliman.

    Mateus Rodrigues Vieira foi inscrito no BID da CBF em 31 de agosto, último dia útil antes da estreia do clube na Série C do Campeonato Catarinense. Conforme o registro, o contrato dele com o Curitibanos começou 10 dias antes e o goleiro completa 22 anos no final do próximo mês. No entanto, o 14 a 0 não foi o jogo de estreia dele pelo time.

    A primeira partida de futebol profissional na vida de Mateus foi na rodada anterior, a segunda da Série C do Campeonato Catarinense, ao entrar no intervalo do jogo de sua equipe contra o Orleans. O Curitibanos havia sofrido cinco gols no primeiro tempo e Mateus tomou outros dois na etapa complementar. A estreia como titular foi no Mário Balsini, em Criciúma, com os 14 tentos sofridos. Foram quatro no primeiro tempo. No segundo, com um companheiro a menos no time, sofreu os outros 10. Pessoas que acompanharam a partida no Sul do Estado relatam que a diferença no placar poderia ter sido maior não fossem as boas defesas do novato.

    No entanto, a tendência é que ele não seja mais titular. De acordo com o presidente Ivanir Soliman, durante os próximos dias será feita uma reestruturação no elenco e os jovens e com formação no clube terão preferência.

    — No domingo (contra o próprio Próspera, pelo returno) será diferente. Vou dispensar jogadores amadores, colocar os juniores e cumprir os três jogos que ainda temos. Ele (Mateus) vai ficar no banco e pode acontecer de jogar, o que vou respeitar. Vamos tentar reverter e não tomar outra goleada — disse.

    Técnico da equipe, Carlos César Martins foi procurado pela reportagem para comentar o assunto mas não quis se pronunciar.

    O Curitibanos Esporte Clube foi fundado em 1999 e seu endereço, conforme dados da FCF, é na cidade de Curitibanos, no Planalto Serrano. No entanto, a equipe tem atuado a mais de 300 quilômetros do município. A casa do CEC na Série C do Campeonato Catarinense é o Estádio Antônio Amadeu Moisés, em Paulo Lopes, no Litoral Sul. No ano passado, o clube disputou a competição como CEC/Orleans e foi vice-campeão, ficando perto da vaga em divisão superior.

    Leia mais notícias sobre o futebol catarinense

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas