nsc
nsc

publicidade

No Frei Damião

Homem morto em Palhoça pode ter sido vítima de latrocínio

A linha inicial de investigação é de que Rosa foi vítima de latrocínio, já que o veículo por ele conduzindo, um Ford Ka, não foi encontrado pela polícia

30/01/2017 - 17h17

Compartilhe

Por Redação NSC

O vigilante Luís Flávio Rosa, 58 anos, foi morto a tiros por volta das 5h30min desta segunda-feira, na avenida das Palmeiras, na comunidade Frei Damião, em Palhoça. Ele era morador de Florianópolis e levou entre dois e três tiros - uma perícia vai dizer se uma das cápsulas entrou pelo ombro e saiu no rosto da vítima.

A Polícia Civil ainda apura o calibre da arma em que foram efetuados os disparos. Por enquanto, ninguém foi preso. A linha inicial de investigação é de que Rosa foi vítima de latrocínio, já que o veículo por ele conduzindo, um Ford Ka, não foi encontrado pela polícia.

Devido ao atendimento de outra ocorrência, que envolveu disparos de arma de fogo de dois homens contra uma viatura da Polícia Militar (PM) quase na divisa entre São José e Palhoça, a Delegacia de Investigação Criminal (DIC) ainda não se aprofundou na investigação sobre o caso.

A vítima do crime não possuía antecedentes criminais e estava licenciado por motivos de saúde da empresa de vigilância onde trabalhava. A DIC espera nos próximos dias colher novos elementos que ajudem na investigação, já que as testemunhas do caso apenas ouviram os disparos.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade