nsc
santa

Nova York

Jeff Bezos, da Amazon, é o homem mais rico do mundo

Presidente da empresa de tecnologia superou Bill Gates nesta quinta-feira (27)

27/07/2017 - 09h48 - Atualizada em: 27/07/2017 - 11h04

Compartilhe

Por AFP
Jeff Bezos, da Amazon, se tornou o homem mais rico do mundo nesta quinta-feira (27).
Jeff Bezos, da Amazon, se tornou o homem mais rico do mundo nesta quinta-feira (27).
(Foto: )

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, se tornou, nesta quinta-feira (27), o homem mais rico do mundo, superando Bill Gates. O resultado é fruto da alta das ações de sua empresa na Bolsa de Nova York, segundo a Forbes.

A fortuna do presidente e diretor executivo do grupo — fundado em 1994 em Seattle — é estimada atualmente em US$ 90,5 bilhões (cerca de R$ 285 bilhões), de acordo com o cálculo em tempo real feito pela Forbes, enquanto Gates, fundador da Microsoft, tem ativos estimados em US$ 90 bilhões (cerca de R$ 283 bilhões).

(Foto: )

A maior parte da fortuna de Jeffrey Preston Bezos é proveniente de sua participação no capital da Amazon. Segundo o último documento repassado às autoridades reguladoras, a SEC, o empresário de 53 anos possuía 80,9 bilhões de ações, 17% do capital da companhia.

Leia mais:

Amazon compra Whole Foods Market por US$ 13,7 bilhões

Família dona de rede que fecha lojas no RS tem maior fortuna do mundo

Desde a publicação da lista das pessoas mais ricas do mundo da Forbes, em 20 de março, as ações da Amazon subiram cerca de 24% na Bolsa, equivalente a um lucro de US$ 17 bilhões para Bezos (cerca de R$ 53 bilhões) — ainda que esse valor seja apenas virtual, já que ele não vende seus títulos.

Sua chegada ao topo do ranking de pessoas mais ricas do mundo simboliza a emergência das fortunas da nova economia, principalmente dos fundadores das gigantes da internet.

Entre as 10 maiores fortunas do mundo, figura também a do fundador da rede social Facebook, Mark Zuckerberg, cujos ativos são atualmente estimados em US$ 72,9 bilhões (cerca de R$ 229 bilhões).

Bill Gates liderou o último ranking publicado pela Forbes, em fins de março, pelo quarto ano seguido e pela 18ª vez nos últimos 22 anos. O magnata mexicano Carlos Slim lhe roubou o título temporariamente entre 2010 e 2013.

Colunistas