A Arena Castelão, que receberia o próximo duelo do Figueirense na Série C contra o Sampaio Corrêa neste sábado (27), foi interditado pela Secretaria de Estado do Esporte e Lazer do Maranhão nesta quarta-feira (24), deixando o jogo sem estádio. De acordo com o secretário Naldir Lopes, o gramado não teve um espaço de tempo para fazer a recuperação e, por isso, o Castelão ficará interditado por dez a 15 dias.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

Boa estreia do Figueirense foi algo eventual ou é realidade?

De acordo com a assessoria do Figueirense, o clube já tomou conhecimento da situação, mas até o momento não foi informado oficialmente sobre qualquer mudança. Além disso, toda a logística da viagem para São Luís, que está programada para esta quinta-feira (25), está pronta, incluindo as passagens já emitidas. Por enquanto, o Alvinegro permanece em contato com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), aguardando novidades.

Continua depois da publicidade

Confira o posicionamento oficial do Sampaio Corrêa:

O Sampaio Corrêa foi surpreendido, na manhã desta quarta-feira, 24, com a notícia de que o Castelão entrou em processo de obras no gramado, e precisará ficar fechado pelo período de 10 dias. Desta forma, o estádio está impossibilitado de receber o jogo da Bolívia neste sábado, 27, diante do Figueirense, pela segunda rodada da Série C. Com o Nhozinho Santos ainda sem os laudos devidos, o Sampaio se encontra, no momento, sem um estádio para mandar a partida, assim com os demais clubes maranhenses que estão em atividade.

— A conta chegou, e nós avisamos desde o arbitral, quando fomos contra a fórmula de disputa do campeonato, que se estendeu por 18 datas. Além dos jogos do Estadual, soma-se Copa do Brasil, Copa do Nordeste e outras competições locais, somente com dois estádios à disposição. E agora, onde iremos jogar no sábado? Vamos ter que levar a partida para outra praça? E quem vai custear essa despesa? — disse o presidente do Sampaio Corrêa, Sergio Frota.

O Nhozinho Santos, outro estádio usado pelos times maranhenses, ainda não tem os laudos devidos para receber a partida, então não é considerado como uma opção para receber o jogo entre Sampaio Corrêa e Figueirense.

Sergio Frota entrou em contato com Antônio Américo, presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), para tentar levar o jogo para Teresina, e desta forma evitar o WO contra o Sampaio. Até a publicação desta matéria, não há informações oficiais sobre essa alternativa.

Continua depois da publicidade

*Lia Capella é estagiária sob a supervisão de Diogo Maçaneiro

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC

Destaques do NSC Total