publicidade

Esportes
Navegue por

Esporte

Joinvilense supera acidente e vira recordista  em lançamento de dardo do paratletismo 

Edenílson Floriani trabalhava em uma multinacional, mudou completamente de vida e hoje acumula títulos e medalhas 

14/04/2019 - 19h02

Compartilhe

Luan
Por Luan Martendal
foto mostra o atleta entrevista pulando enquanto lança um dardo
Aos 28 anos, Edenílson Floriani deixou o emprego em uma multinacional para dedicar-se ao paradesporto
(Foto: )

Uma das principais referências do paratletismo de Joinville, Edenílson Floriani, 28 anos, tem partido em busca de novos desafios Brasil afora. Neste fim de semana, ele está em Curitiba (PR), onde disputa a etapa Regional Rio-Sul do Circuito Brasil Loterias Caixa, o mais importante evento paralímpico nacional. No dia 24, a viagem é para São Paulo, para o Open Internacional Loterias Caixa de Atletismo.

As chances de trazer medalhas para casa são grandes, tendo em vista o histórico em ascensão de Floriani. Ele é recordista no lançamento de dardo nas Américas. Mas engana-se quem pensa que ele fez carreira no esporte para alçar este status. Tudo foi conquistado em menos de três anos, período em que encontrou nas pistas de atletismo a superação para as marcas deixadas por um acidente.

Era junho de 2011 quando, em um cruzamento em Jaraguá do Sul, Floriani sofreu um acidente de moto que provocou um trauma em seu joelho esquerdo, impedindo a flexibilização da perna. A mudança de perspectiva surgiu alguns anos depois do trauma, em fevereiro de 2016.

Até então funcionário de uma multinacional, ele se encontrou com o técnico Eliandro Braz e a coordenadora de paradesporto da Secretaria de Esportes de Joinville, Rosicler Ravache, a pedido da noiva. Eles o incentivaram a conhecer as opções paradesportivas oferecidas em Joinville e, a partir dali, sua rotina se transformou.

– A ideia era que eu começasse no handebol ou no basquete de cadeira de rodas, mas, devido à minha limitação, não era possível adaptar o equipamento. Me convidaram então para o atletismo no Parajasc. Fui para conhecer e ver se gostava, me apaixonei e estou no esporte até hoje – conta.

A paixão logo se transformou em resultados, com medalhas conquistadas nos Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina em 2016 e 2017. Há dois anos, ele também se sagrou campeão no arremesso de peso, depois de já ter conquistado o terceiro lugar no ranking nacional do lançamento de dardo.

A nova carreira se consolidou ainda mais em outubro de 2018, ao vencer uma competição internacional. Edenílson levou duas medalhas de ouro nos Abiertos Nacionales Barranquilla, promovido pelo Comitê Paralímpico Colombiano, também no arremesso de peso e lançamento de dardo (classe F42). Neste último, além da medalha, a marca de 49,53 metros o levou a assumir oficialmente o 2º lugar no ranking mundial na categoria e, com isso, também assumir um novo sonho:

— Penso em sempre dar o melhor de mim nas provas, porque vejo crescimento no esporte. Agora, sigo em busca de um novo sonho, que é o de um dia disputar as Paralimpíadas.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação