Já na final do Campeonato Catarinense e a menos de um mês da estreia na Superliga A, o Joinville Vôlei apresentou oficialmente, nesta terça-feira (17), o elenco que vai brigar pelo título de todas as competições na temporada 23/24. Com a presença do presidente Giovane Gávio, o evento, na Univille, contou com jogadores, comissão técnica, diretoria e patrocinadores.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Joinville e região no WhatsApp

O projeto, idealizado pelo bicampeão olímpico Giovane Gávio, ainda é um “bebê”. Apesar de ter nascido em julho de 2022, o Joinville Vôlei já conseguiu ser vice-campeão do Catarinense, campeão Sul da Superliga C, campeão da Superliga B e uma vaga para a elite do voleibol brasileiro, em menos de oito meses.

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Com uma torcida apaixonada que lota o Centreventos Cau Hansen, uma das casas da equipe em Joinville, o objetivo nesta temporada, de acordo com o presidente, é estar entre os quatro melhores times da Superliga.

Continua depois da publicidade

— Vamos em busca dos resultados, temos que estar entre os quatro melhores do Brasil. Claro, tem toda uma construção para alcançar, mas sonhar não custa nada. Esperamos um ano prazeroso, eu acredito nisso, eu nunca perco: ou a gente ganha, ou a gente aprende. Vamos sair com a sensação de que demos o nosso melhor — disse Gávio.

Neste ano, a equipe disputa o Campeonato Catarinense, que já é finalista; e a Superliga A, que começa para o clube no dia 10 de novembro. Além delas, o Joinville Vôlei pretende ficar entre os oito melhores times do primeiro turno da Superliga A e se credenciar para a disputa da Copa Brasil em 2024.

Reforço olímpico, da Europa e renovações importantes

Para a temporada 2023/24, o Joinville Vôlei reformulou o grupo de jogadores. A base do time campeão da Superliga B foi mantida, mas reforços estrelas chegaram para compor a equipe.

Um deles é o ponteiro Henrique Honorato. Destaque da última Superliga A Masculina de Vôlei, estava no Minas Tênis, vice-campeão da liga. Com títulos importantes, chegou à Seleção Brasileira e ajudou a equipe a se classificar para as Olimpíadas de Paris 2024.

Continua depois da publicidade

— Honra grande estar aqui em Joinville, fui bem recebido. Acredito muito na equipe, desde a montagem, antes de vir para cá, fiquei muito confiante por saber quem estaria aqui. Estou muito feliz, quero aproveitar cada momento. Um dos motivos para vir é sair da minha zona de conforto, precisava de algo a mais, uma visão diferente de voleibol, que vou ter com Peu e toda comissão técnica — afirmou Honorato.

Honorato já treina com a equipe do Joinville Vôlei (Foto: Daniella Kamarowski/DK Fotografia Esportiva)

Permaneceram no Joinville o levantador Cesinha; os opostos Bisset e Wallaf; os ponteiros Gui Hage e Daniel; e os centrais Glauber e Robert.

Já entre os novos contratados, estão o central Michel Saraiva, que defendeu o São José Farma Conde (SP); o líbero Tiago Brendle, que estava no Blumenau; o central Thales Falcão, que veio do Benfica, de Portugal; o levantador Rhendrick, que estava no Minas Tênis (MG); o ponteiro Leozinho, que veio do Montpellier, da França; o líbero Luiz, que atuou no Niterói (RJ); e o ponteiro Lima, que estava no Vôlei Renata (SP).

Ingressos para a final do Catarinense 2023

A final do estadual acontece em dois jogos, contra o Blumenau. O primeiro a ser disputado fora de casa, no Ginásio Galegão, em Blumenau, na terça-feira (24), às 20h. O segundo, na quarta-feira (25), às 19h30min, no Ginásio da Univille, em Joinville.

Continua depois da publicidade

Os ingressos estão disponíveis pelo site Enjoy Ticket, a partir de R$ 30 o primeiro lote.

Questionado sobre um programa de sócio-torcedores, o presidente do Joinville Vôlei, Giovane Gávio, afirmou que o clube pretende implementar a possibilidade, mas esbarra em questões jurídicas.

— Devemos ter um espaço na final mais próximo do jogadores, para ter uma experiência diferenciada. Tem alguns desafios, uma questão mais jurídica para o sócio-torcedor, mas certamente estamos trabalhando dentro de um projeto, trabalhando em cima disso. Não sei se nesta temporada, mas está no radar — afirmou Gávio.

Ainda, o clube pretende desenvolver campanhas de conscientização, como de economia de água, luz, sobre o outubro rosa, novembro azul, uma campanha de vacinação, entre outros.

Estreia na Superliga A

A estreia na elite do voleibol brasileiro está marcada para o dia 10 de novembro, às 19h, contra o Itambé Minas, fora de casa.

Continua depois da publicidade

A equipe só volta a reencontrar a torcida em 18 de novembro, contra o Sada Cruzeiro, às 18h30min, justamente o atual campeão da liga.

*Sob supervisão de Lucas Paraizo

Leia também

Com a Seleção no Pré-Olímpico, Honorato vai jogar finais do estadual pelo Joinville Vôlei

Ex-vocalista do AC/DC, Dave Evans fará show em Joinville

Parque em Joinville vai fechar após quase 60 anos; entenda o motivo

Destaques do NSC Total