nsc
    an

    São Bento do Sul

    Motorista envolvido em acidente com seis mortes é libertado após pagar fiança de R$ 100 mil

    Milton Zanghellini Ruckl ganhou a liberdade na última quarta-feira

    16/10/2014 - 12h23

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Milton dirigia a BMW com placas de Curitiba. Seis pessoas morreram.
    Milton dirigia a BMW com placas de Curitiba. Seis pessoas morreram.
    (Foto: )

    Já está em liberdade o motorista que se envolveu em um acidente de trânsito e causou a morte de seis pessoas no início de setembro, em São Bento do Sul, no Planalto Norte do Estado.

    O julgamento do habeas corpus que garantiu a soltura de Milton Zanghellini Ruckl ocorreu na última terça-feira, em votação por unanimidade entre desembargadores do Tribunal de Justiça, e depois foi comunicado à 3ª Vara de São Bento do Sul.

    A libertação, no entanto, ocorreu apenas na última quarta-feira, após o pagamento de fiança no valor de R$ 100 mil. Apesar de garantir que ele responda ao processo em liberdade, foram determinadas medidas cautelares: Milton deverá ficar em casa das 20 às 8 horas, inclusive nos finais de semana, não poderá frequentar bares ou boates, não poderá dirigir e não poderá deixar a cidade, além de ter de se apresentar à Justiça todas as sextas-feiras.

    O valor da fiança foi determinado pelo juiz de São Bento do Sul, Luís Paulo Dal Pont Lodetti.

    - Me levam a considerar não só o só - mais uma vez - a circunstância de que o representado tem envolvimento pretérito em episódio idêntico de morte ao volante, mas também sua propagada excelente condição financeira e, inclusive, o elevado valor do automotor de sua propriedade, acautelando também futura indenização mínima, ao menos, em favor dos familiares das seis vítimas fatais e daquele sobrevivente com lesões graves - anotou o juiz.

    Milton Zanghellini Ruckl responde pelo crime de homicídio doloso qualificado - quando se assume o risco de matar.

    No dia 6 de setembro, ele seguia na rodovia A-280 C (antiga SC-301), sentido a Rio Negrinho, quando foi fazer uma ultrapassagem, invadiu a pista em sentido contrário e bateu de frente com um veículo, provocando a morte de cinco pessoas no local e de outra que morreu no hospital.

    Segundo a denúncia do Ministério Público, Milton dirigia em alta velocidade e sob efeito de álcool, já que havia saído de uma festa horas antes do acidente. Também é considerado na denúncia outro acidente em que Milton se envolveu no Paraná, em 2000, com uma morte.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas