nsc
    dc

    Procura-se

    Neto de Chico Anysio está desaparecido, e pai faz apelo: "O momento é de desespero"

    Rian Brito, 25 anos, filho de Nizo Neto, foi visto pela última vez na terça-feira passada, quando foi para a autoescola

    26/02/2016 - 09h06 - Atualizada em: 28/02/2016 - 05h59

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Herdeiro de Chico Anysio, o humorista Nizo Neto usou sua página no Facebook, na manhã desta sexta-feira, para comunicar que seu filho, Rian Brito, 25 anos, está desaparecido. Segundo o pai, o jovem foi deixado em uma autoescola em São Conrado, na Zona Sul do Rio de Janeiro, perto de um dos acessos à favela da Rocinha, na terça-feira passada, e não foi mais visto.

    Meu filho Rian está desaparecido há quase 72hs. Foi deixado na auto escola São Conrado e de lá não foi mais visto. Por...

    Publicado por Nizo Neto em  Sexta, 26 de fevereiro de 2016

    Nizo, que é irmão do ator Bruno Mazzeo, postou foto de um cartaz da Polícia Civil do Rio, com a foto do rapaz, para fazer um apelo aos seguidores em busca de informações que levem a seu paradeiro. "Por favor, quem souber de alguma coisa ligue para o fone abaixo. Estamos todos desesperados, por favor compartilhem. Esteja onde você estiver, compartilhar é muito mais importante que curtir", escreveu ele na rede social.

    (Foto: )

    Em entrevista ao site Ego, Nizo revelou que o filho foi deixado próximo ao centro de condutores, mas não chegou a entrar no local.

    – Ele deixou o celular em casa e, quando ela ligou para a auto escola para saber dele, disseram que ele nem chegou a ir lá. A mãe dele foi na polícia 24 horas depois e ontem eu fui direto na delegacia especializada para dar mais informações. No momento, a polícia está trabalhando com todas as hipóteses possíveis: sequestro relâmpago, a possibilidade dele ter resolvido fugir por conta própria... Mas não vimos nenhum sinal de que ele quisesse isso. Ele é um garoto tímido, mas sem nada de anormal. Nosso relacionamento é ótimo – relatou ao portal o humorista, que completou:

    – É um momento de desespero, mas só nos resta esperar.

    Colunistas