nsc
santa

1ª manifestação após deixar a Casa Branca

Obama apoia protestos e critica restrições de Trump a migrantes

Ex-presidente norte-americano afirmou que decreto do republicano gera "discriminação contra pessoas por sua fé"

31/01/2017 - 06h57

Compartilhe

AFP
Por AFP
(Foto: )

O ex-presidente norte-americano Barack Obama apoiou os protestos em todo o país contra a nova política migratória do governo de Donald Trump. Por meio do porta-voz Kevin Lewis, o democrata considerou que a decisão do sucessor promove a discriminação por razões religiosas.

Obama "tem uma divergência fundamental com a ideia de discriminação contra pessoas por sua fé, ou sua religião", informou Lewis no Twitter.

Leia mais

Nomeação de Tillerson como secretário de Estado ainda espera aprovação

Empresas globais tentam criar muro contra decreto anti-imigração de Trump

Primeira-ministra ignora pressão e mantém visita de Trump ao Reino Unido

De acordo com Lewis, o ex-presidente se sente "comovido pelo nível de compromisso que tem acontecido em todo o país", em uma referência aos protestos pelas restrições impostas pelo governo à chegada de refugiados e cidadãos de sete países de maioria muçulmana.

Obama, acrescentou Lewis, considera que ver cidadãos "exercendo seu direito constitucional de se reunir, organizar-se e fazer que suas vozes sejam ouvidas é exatamente o que esperamos ver quando os valores dos Estados Unidos estão sob ataque".

Essa é a primeira manifestação pública, embora indireta, do ex-presidente Obama, que em 20 de janeiro passou a Presidência do país a Trump e saiu de férias com a família.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas