nsc
nsc

Enterrada há pelo menos 12 anos

Ossada humana é encontrada e com ela operário acha próteses de silicone e calcinha

Material foi encontrado neste sábado na fossa de uma empresa em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul

29/03/2015 - 17h06 - Atualizada em: 29/03/2015 - 17h09

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Uma ossada humana foi neste sábado (28) encontrada por um operário em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. O esqueleto estaria no local há pelo menos 12 anos, segundo confirmou o delegado Enilton Zalla, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), ao portal G1.

O delegado contou ao site que o material foi acho na fossa de uma empresa, por um funcionário. O empregado estaria tirando areia do local quando avistou três sacos de ração de cachorro, com fabricação datada em 2003.

- Pela estatura da bacia, pelo tamanho do fêmur, pelo crânio, era uma mulher que não devia ter mais de 1,75 metro. Parecia que o crânio tinha sinal de pancada - destacou Enilton ao G1.

Vídeo gravado por pescadores mostra cobra gigante no Mato Grosso do Sul

Dois detalhes podem ajudar na identificação da vítima: uma prótese de silicone e uma calcinha. O implante possui número de série, o que pode facilitar o trabalho da polícia para identificar a mulher morta.

O caso ficará sob responsabilidade da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios (DEH). Pessoas que têm parentes desaparecidos desde 2003 são orientadas a entrar em contato com a polícia pelo 190.

Quanto à empresa onde o esqueleto foi encontrado, a polícia informa que o proprietário declarou que mudou-se para o local em 2009. Antes disso, havia um canil neste endereço.

Leia outras notícias do dia

Curta a página do jornal no Facebook

Colunistas