publicidade

TRAGÉDIA NO CT DO FLAMENGO

Pai de Bernardo Pisetta critica diretoria do Flamengo: "isso não se faz nem com cachorro"

Em entrevista após a tentativa de mediação nesta quinta-feira, pai do atleta de Indaial e outros familiares levantaram o tom contra a diretoria do Rubro-Negro

22/02/2019 - 10h55 - Atualizada em: 22/02/2019 - 10h58

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
Bernardo morreu na tragédia do CT do Flamengo, no início deste mês.
(Foto: )

O pai do indaialense Bernardo Pisetta fez duras críticas ao Flamengo nesta quinta-feira após a tentativa de mediação que ocorreu na sede do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Danrlei Pisetta levantou o tom contra a diretoria do clube carioca e chegou a dizer que "isso não se faz nem com cachorro", ao se referir ao modo com que o Rubro-Negro está lidando com as famílias dos garotos. Os familiares chegaram a deixar a reunião, insatisfeitos com a proposta.

– Não há ninguém aqui que decida. Onde está o presidente? Será que ele tinha algo mais importante para fazer? – afirmou o pai de Bernardo em entrevista aos veículos de imprensa nos corredores do TJ-RJ.

O Flamengo chegou a aumentar a proposta que em um primeiro momento chegou a R$ 300 mil para R$ 700 mil, mais um auxílio mensal de um salário mínimo por mês (que hoje beira os R$ 1 mil) durante um período de 10 anos.

Os familiares, porém, pedem R$ 2 milhões de indenização, e querem receber R$ 10 mil mensais por um período de 30 anos. Outro motivo de revolta por parte de familiares foi a saída do vice-presidente Jurídico do clube carioca no meio da reunião alegando "compromisso".

A negociação, então, foi encerrada sem acordo. Vale lembrar que na quarta-feira o Ministério Público do Rio de Janeiro pediu o bloqueio de R$ 57,5 milhões nas contas do Flamengo à Justiça. O objetivo é garantir que o clube tenha condição financeira para eventuais indenizações. Porém o desfecho do acordo entre familiares e Rubro-Negro ainda não tem data para acontecer.

Deixe seu comentário:

publicidade