nsc
    nsc

    Vida Saudável

    Plantas alimentícias não convencionais acrescentam nutrientes e sabor aos pratos

    Conhecidos como Pancs, os vegetais que nascem espontaneamente podem ser aliados da saúde e do bolso. Confira algumas receitas. 

    08/05/2017 - 03h12

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Extensionista e nutricionista da Epagri em Florianópolis Cristina Ramos Callegari estuda diferentes tipos de plantas
    Extensionista e nutricionista da Epagri em Florianópolis Cristina Ramos Callegari estuda diferentes tipos de plantas
    (Foto: )

    Já é consenso que os vegetais podem incrementar a alimentação. O que pouca gente sabe é que há uma variedade de espécies que ainda não estão presentes na culinária do dia a dia. Ricas em nutrientes e com sabores especiais, as Plantas Alimentícias Não Convencionais, conhecidas pela sigla Pancs, podem ser uma opção para quem quer aproveitar ainda mais os benefícios de uma alimentação saudável. (Confira as receitas no fim da reportagem)

    No quintal de casa ou até mesmo no jardim, muitas dessas espécies são tratadas como mato, ervas daninhas e descartadas. Uma delas é a erva baleeira, muito encontrada na beira de estradas e terrenos baldios e conhecida em Florianópolis e região como Mijo de Grilo. A planta tem um cheiro que lembra a tempero e pode ser usada como tal. De acordo com a extensionista e nutricionista da Epagri em Florianópolis Cristina Ramos Callegari, a erva pode ser acrescentada a caldos de legumes. Com propriedades anti-inflamatórias, a planta é muito comum no litoral.

    A Epagri tem oferecido cursos a pescadores, maricultores e agricultores para ensiná-los a aproveitar vegetais que muitos acreditam não servir para nada. Folhas de raízes, como as de batata-doce e beterraba, podem ser consumidas refogadas, tendo o mesmo preparo do espinafre, por exemplo. Pouca gente sabe, por exemplo, que as frutas pitaia, que ajuda a combater o colesterol, e a physalis, rica em vitaminas A e C, também são Pancs. Apesar de terem um alto custo quando compradas no supermercado, estas espécies também são de fácil cultivo.

    — Algumas plantas são ricas em proteínas, podendo substituir a carne, por exemplo. Além de serem acessíveis, essas plantas podem ser cultivadas facilmente no quintal ou em floreiras. Como são plantas que nascem espontaneamente, não precisam de muito cuidado para manter — completa Cristina.

    Objetivo é popularizar a alimentação com plantas

    A nutricionista estuda vários tipos de plantas no Centro de Treinamento da Epagri. O objetivo é divulgar e estimular o uso desses alimentos nas comunidades. São opções mais baratas e de fácil cultivo com alto valor nutricional.

    Em Florianópolis, a Chácara Clara Noite de Sol, em Ratones, promoverá o curso Culinária Criativa com Pancs no dia 20 de maio, das 9h às 18h. O custo é R$ 190 podendo ser oferecida outra forma de troca para garantir a participação. Além das aulas, serão oferecidas mudas e sementes. As inscrições podem ser feitas até dia 17 de maio pelo e-mail claranoitedesol@gmail.com. Mais informações: http://clic.sc/2paNDBL.

    A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) elaborou uma cartilha identificando espécies de Pancs que pode ser acessada neste link: clic.sc/pancsepagri.

    Confira algumas delas:

    Erva baleeira (mijo de grilo): a planta pode ser usada como temperou ou tomada como chá. A erva é nativa da Mata Atlântica e tem propriedades anti-inflamatórias, analgésicas podendo ser usada no tratamento de dores musculares e no tratamento de feridas externas e úlceras estomacais

    Erva Baleeira
    Erva Baleeira
    (Foto: )

    Açafrão da terra: este é um tipo de raiz usado como tempero e é um dos componentes do curry. Também conhecida como cúrcuma, a planta é antioxidante, anti-inflamatória, desintoxicante, calmante e protetora do sistema cardiovascular.

    Açafrão da terra
    Açafrão da terra
    (Foto: )

    Ora-pro-nobis: esta planta tem alto valor de proteínas e fibras. Podem ser consumidas em saladas cruas, refogadas, sopas e até mesmo em preparações como o arroz e o feijão. É substituta da carne e do ovo em alguns pratos.

    Ora-pro-nobis
    Ora-pro-nobis
    (Foto: )

    Beldroega: rica em ácido graxo e ômega-3. É uma fonte de vitaminas B e C. Talos e ramos podem ser usados em saladas e ensopadas. As sementes podem ser transformadas em farinhas.

    Beldroega
    Beldroega
    (Foto: )

    Malvavisco: tipo de hibisco cujas flores não se abrem. As folhas podem ser usadas para chás no tratamento de inflamações do sistema digestório. As flores são comestíveis e servem para decorar bolos e tortas. Quando trituradas, podem ser base para geleias.

    Malvavisco
    Malvavisco
    (Foto: )

    Receitas

    Torta salgada Panc

    Ingredientes da massa

    3 ovos

    ½ xícara de azeite de oliva ou caldo de legumes com erva baleeira

    1 ½ xícaras de farinha de arroz integral

    1 xícara de amido de milho

    2 colheres de café de fermento químico em pó

    Açafrão da terra em pó ou ralado a gosto

    Ingredientes do recheio

    1 xícara de folhas picadas de beldroega e/ou ora-pro-nobis

    20 folhas de ora-pro-nobis inteiras

    ½ cebola picada

    1 berinjela

    1 cenoura ralada

    1 tomate picado

    ½ alho nirá ou alho poró

    Modo de preparo

    Refogue a cebola, berinjela, cenoura e o tomate. Acrescente folhas de beldroega e/ou ora-pro-nobis, o alho nirá (ou alho poró) e deixe descansar no vapor. Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador até que fique homogênea. Coloque em uma forma a massa, o recheio e as folhas inteiras de ora-pro-nobis em camadas, iniciando e finalizando com a massa. Assar em forno pré-aquecido por cerca de 40 minutos. (Obs: os ovos podem ser substituídos por folhas de ora-pro-nobis. Para preparar o equivalente a um ovo, triture 10 folhas no liquidificador com ½ xícara de água).

    -----

    Pesto de ora-pro-nobis

    Ingredientes

    30 folhas jovens de ora-pro-nobis

    1 colher de sopa de manjericão

    1 dente de alho

    4 colheres de sopa de azeite de oliva

    2 colheres de sopa de castanhas

    2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

    Pimenta do reino e sal a gosto

    Modo de preparo

    Descasque o alho. Asse em forno até que fique macio. Processe com o azeite e junte as folhas de ora-pro-nobis, depois as castanhas. Adicione o queijo, a pimenta do reino e o sal.

    -----

    Geleia de flores Malvavisco

    Ingredientes

    1 xícara de água

    500 gramas de flores malvavisco

    1 xícara de açúcar demerara ou cristal

    1 limão

    Modo de preparo

    Colha as flores e retire o cálice verde. Lave as pétalas e bata no liquidificador com água. Coloque em uma panela com açúcar e deixe apurar em fogo baixo. Mexa de vez em quando e, ao engrossar, adicione o suco de limão, desligue o fogo e deixe esfriar. Coloque em vidros bem limpos e fechados e mantenha na geladeira.

    ----

    Caldo de legumes de Erva Baleeira

    Ingredientes

    15 folhas de Erva Baleeira

    1 talo de alho poró

    1 talo de salsão

    2 cenouras

    1 cebola

    2 litros de água

    Modo de preparo

    Cozinhar por duas horas em fogo baixo sem levantar fervura. Coar o fundo. Após o preparo, pode ser congelado em forminhas de gelo e usado em preparações como tempero.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas