Essa é uma das perguntas mais feitas entre os atletas e, por vezes, com muitos que negligenciam o treino na água. Por ser a primeira etapa na prova de triatlo, muitos deixam para correr atrás do prejuízo no ciclismo ou na corrida. Mas vamos te contar que não precisa ser assim e o que fazer para melhorar a sua natação.

Continua depois da publicidade

O treinador de triatlo e ex-atleta de natação, Ian Ribeiro, explica tudo sobre a modalidade nas águas. E começa falando justamente pela sensação de que a natação é a modalidade mais difícil de evoluir.

— Correr e andar de bicicleta, a maioria das pessoas são influenciadas a praticar como forma de lazer desde a infância. São poucas as pessoas que, durante boa parte da vida, têm acesso a uma piscina para aprender a nadar e se desenvolver. Por isso quando observamos os triatletas apresentarem dificuldades no processo de evolução é muito por não terem um contato de perto com água durante toda a vida — explicou o treinador.

A natação é a primeira das três modalidades em uma prova de triatlo, e será que ela pode ser o diferencial na disputa?

— Com certeza. Quanto mais curta for a prova de triatlo, maior a importância da natação no resultado final do atleta. Provas como Sprint e Olímpico, onde o vácuo é permitido no ciclismo, o atleta sair bem posicionado da água permite uma maior economia durante a etapa de ciclismo. Porém, em provas de longa distância, como Ironman, onde a natação compreende uma pequena parcela da prova, a natação não possui tanta predominância no resultado final, salvo quando são atletas de alto rendimento onde qualquer segundo/minuto importa — complementa.

Continua depois da publicidade

Nos treinos, a grande maioria dos atletas nada na piscina e não no mar por, talvez, não ter acesso ou por conta da rotina no dia a dia. Porém, vale sempre programar alguns treinos para ter o contato com o mar, já que são ambientes bem diferentes, como explica o treinador.

— A Natação na piscina é um ambiente controlado, conseguimos nos orientar facilmente pelas bordas ou pelas raias da piscina. Já no mar, temos um ambiente totalmente novo, onde nunca um mar terá as mesmas características duas vezes, cada vez você aprende algo novo. Então, nossa técnica no mar tem que ser ajustada, seja por conta da ondulação, onde precisamos erguer mais nosso braço na fase aérea da braçada, ou pela necessidade, de dado um certo número de braçadas, precisamos nos orientar olhando para frente a fim de enxergarmos as boias de referência. Noções de correntes, marés e ventos são fundamentais para um nado seguro e de qualidade em mar aberto — disse Ian Ribeiro.

E afinal, o que fazer para melhorar nas águas?

— Natação é técnica, então quanto mais o triatleta treinar educativos da modalidade, a fim de priorizar a técnica, mais econômica possível para se deslocar e flutuar, melhor será o seu desempenho — finaliza o treinador.

Continua depois da publicidade

É gente, não tem segredo e nem fórmula mágica. Para melhorar na natação é preciso treinar cada vez mais. Não se pode deixar de lado, quanto maior for o contato com a água, melhor será o nado.

Destaques do NSC Total