nsc

publicidade

Educação

Proposta prevê reconstrução da escola Daysi Werner Salles, no Continente

Unidade, que foi desativada em 2014, está nos planos da Udesc

28/04/2017 - 05h01 - Atualizada em: 28/04/2017 - 12h21

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Uma proposta feita pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) à Secretaria Estadual de Educação pode resultar na esperada reabertura da escola Daysi Werner Salles, que fica em Capoeiras, região continental de Florianópolis. Fechada desde 2014, a unidade teve sua estrutura deteriorada ao longo dos últimos anos. Mas se o planejamento feito pela Udesc para a área for aceito, no primeiro semestre de 2020 a comunidade contará com uma nova escola.

Segundo o chefe de gabinete da Secretaria de Educação, Mauro Tessari, a proposta da universidade foi oficialmente entregue nesta quinta-feira, com a definição de quais são os compromissos gerais e o cronograma de obras.

— É bem ampla a proposta. A área toda seria transferida para a Udesc e em contrapartida ela constrói uma nova escola, com 3 mil metros quadrados, 15 salas de aula, ginásio — explica.

Para a área, também seria transferido o Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), da Udesc, que atualmente funciona em Coqueiros.

— O primeiro prazo, que mais nos interessa, é a entrega da nova escola, previsto para o primeiro semestre de 2020 — acrescenta Mauro.

A secretaria tem em andamento uma licitação para a reforma da escola, que previa a conclusão em 2019. No entanto, a proposta parece atrativa, apesar do que é considerado um "pequeno atraso".

— A partir da formalização dessas ações todas, provavelmente vamos suspender o processo licitatório que está em curso — acrescenta o chefe de gabinete.

O investimento da Udesc previsto para a área não foi divulgado, mas na licitação em andamento, a secretaria previa investir quase R$ 5 milhões somente no prédio da escola.

Há a possibilidade de a nova Daysi Werner Salles receber ensino integral, atendendo cerca de 500 alunos.

— Nos próximos dias vamos trabalhar nessa questão, temos as cláusulas gerais, tenho que ver com a Secretaria de Administração como fazemos o repasse desse imóvel. Tem que construir um documento — esclarece Mauro.

A estimativa é de que até julho deste ano estas questões burocráticas tenham sido superadas e a parceria efetivada. O promotor Davi do Espírito Santo, do Ministério Público de Santa Catarina, que se envolveu na questão do fechamento da unidade e tem realizado audiências públicas com moradores, foi comunicado sobre a proposta e aprovou.

— Levamos a conhecimento do Ministério Público e esse prontamente assumiu a iniciativa de levar ao conhecimento da comunidade, organizou audiências públicas, conversou com lideranças e tornou viável — completa o chefe de gabinete.

O novo Cefid

Nesta sexta-feira, a Udesc divulgou como será o novo Cefid, dentro do terreno da escola Daysi Werner Salles. A área terá espaços para uso compartilhado entre a instituição de ensino superior, a escola e a comunidade, como o ginásio e o auditório. Além disso, a Udesc Cefid beneficiará alunos e moradores com projetos nas áreas de saúde, esporte e lazer e ainda oferecerá apoio pedagógico, com auxílio do Centro de Ciências Humanas e da Educação (Faed) da Udesc, aos professores da unidade básica de ensino.

— A construção do complexo será viabilizada com a negociação da atual área do nosso centro. Estamos contentes com a perspectiva de melhora na nossa infraestrutura já que isso possibilitará que nosso centro oportunize, cada vez mais, os serviços para a comunidade — informa o diretor-geral da Udesc Cefid, Paulo Henrique Xavier de Souza.

O plano de ocupação do espaço contempla piscina semiolímpica, piscina terapêutica, três quadras poliesportivas, sala de lutas esportivas, sala de dança e ginásio de ginástica rítmica. Além disso, ganharão novas estruturas a Clínica Escola de Fisioterapia, todos os laboratórios atuais e as salas de aula e administrativas, além de auditório, biblioteca, restaurante, sala de reuniões e sala das representações estudantis.

Deixe seu comentário:

publicidade