nsc
dc

Chuva em SC

Saiba identificar e o que fazer em caso de deslizamento de terra

Comum em época de precipitação intensa por conta do solo encharcado, essa é a ocorrência que requer mais cuidados por envolver risco de morte

06/06/2017 - 10h52 - Atualizada em: 21/01/2021 - 13h13

Compartilhe

Por Redação NSC
Na Estrada dos Suíços, no bairro Costa e Silva, em Joinville, houve deslizamento de terra sem vítimas nesta terça-feira
Na Estrada dos Suíços, no bairro Costa e Silva, em Joinville, houve deslizamento de terra sem vítimas nesta terça-feira
(Foto: )

De todas as ocorrências relacionadas às chuvas em Santa Catarina, o deslizamento de terra é aquela que mais preocupa as autoridades e, claro, a população atingida. Isso acontece porque tal tipo de evento, que acontece quando o solo está encharcado, envolve risco de morte. Por isso, a Defesa Civil do Estado faz questão de, literalmente, alarmar os habitantes de municípios afetados.

— As inundações não causam tantas vítimas com morte quanto os deslizamentos. E também porque eles são reativos e são rápidos — comprova o secretário do órgão estadual, Rodrigo Moratelli.

Nesse sentido, é necessário saber identificar a possibilidade de ocorrer um deslizamento de terra. Confirmado o evento, também é preciso ter conhecimento sobre como agir. Veja as recomendações da Defesa Civil de SC:

Observe o terreno de sua residência

Se você vive em área de encosta, com aterro ou pórtico nos fundos, é importante sair de casa para observar as condições do terreno do entorno. Perceba se o espaço tem diminuído. Tente comparar a situação atual com uma foto de algum tempo atrás, quando as chuvas não persistiam. É necessária atenção redobrada, se houver diferença entre uma imagem e outra.

> Bombeiros e Defesa Civil orientam como evitar riscos durante chuva forte

Cheque se há estruturas inclinadas

Ainda do lado de fora de casa, tente identificar a condição de árvores e postes de energia elétrica, por exemplo. Uma possível inclinação dessas estruturas pode identificar que o seu terreno está em perigo. Lembre-se: é fundamental que eles permaneçam em posição ereta.

Verifique a condição de riachos do entorno

Tente chegar até um córrego ou riacho que corra próximo de onde você mora e confira a coloração da água. Se o líquido estiver muito misturado ao barro, é sinal de que um deslizamento de terra pode ter ocorrido nas redondezas.

Procure por rachaduras

Volte para dentro de casa e preste atenção nas paredes. Caso você encontre alguma rachadura que não conhecia, é preciso ficar atento. É provável que a estrutura da construção tenha se movimentado e, pior, pode continuar se movendo.

Tenha a avaliação de um especialista

Se você tiver observado alguma situação anormal em algum dos quatro passos anteriores, procure ajude especializada. Pelo telefone, chame a Defesa Civil (199), o Corpo de Bombeiros (193), a Polícia Militar (190) ou a prefeitura para atestar a condição de sua residência. Somente especialistas vão poder informar se é preciso sair de casa — e aí, então, procurar um abrigo público ou hospedar-se na casa de amigos e familiares — ou permanecer.

Colunistas