nsc
    dc

    Seca em SC

    Santa Catarina vai receber R$ 10 milhões para combater a seca

    Governo federal não garantiu os R$ 12,5 milhões solicitados pelo governador Colombo

    12/01/2012 - 15h57 - Atualizada em: 12/01/2012 - 16h08

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    O agricultor Valdecir Camatti, de Planalto Alegre, é um dos produtores do Oeste que sofre prejuízos com a estiagem em SC
    O agricultor Valdecir Camatti, de Planalto Alegre, é um dos produtores do Oeste que sofre prejuízos com a estiagem em SC
    (Foto: )

    Santa Catarina irá receber R$ 10 milhões do governo federal para executar medidas de prevenção contra a seca. A verba, anunciada na tarde desta quinta-feira, faz parte do pacote de socorro aos três estados da Região Sul castigados pela falta de chuva. Paraná e Rio Grande do Sul vão receber a mesma ajuda.

    O governo federal, porém, não garantiu os R$ 12,5 milhões solicitados durante a manhã pelo governador Raimundo Colombo para comprar caminhões-pipa para os municípios atingidos pela estiagem. O Ministério da Integração Nacional afirma que o pedido de Santa Catarina ainda não foi formalizado. Após cumprir os ritos burocráticos, a proposta será analisada e a verba poderá vir a ser liberada.

    Os R$ 10 milhões disponibilizados para investimentos de prevenção não eram esperados. O dinheiro poderá ser aplicado na perfuração de poços artesianos, recuperação de barragens e na instalação de redes de distribuição de água.

    - Esses recursos já estão disponíveis, os projetos precisam ser construídos cumprindo condições legais para que possamos repassar esses recursos - disse o diretor do Departamento de Articulação e Gestão da Defesa Civil, Cristiano Heckert.

    Os convênios poderão ser fechados com os estados e municípios. Segundo Heckert, para agilizar a liberação dos recursos, foi criado o Centro de Monitoramento Integrado para a Seca do Sul, com representes dos governos estaduais, dos ministérios da Agricultura, do Desenvolvimento Agrário, da Integração Nacional e da Agência Nacional de Águas (ANA).

    - Foi uma determinação da presidente para que o governo tenha um posto avançado nos estados mais atingidos pela seca - explicou.

    De acordo com o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, o governo vai encaminhar ao Conselho Monetário Nacional (CMN) uma proposta para a criação de uma linha de crédito de R$ 200 milhões para as cooperativas refinanciarem as dívidas de produtores rurais que vivem em municípios que decretaram situação de emergência ou de calamidade por causa da estiagem.

    Visita ao Estado

    Na próxima segunda-feira, o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, desembarcará em Santa Catarina para visitar o município de Chapecó, uma das áreas atingidas pela seca. Mendes será recepcionado pelo governador Raimundo Colombo.

    Chega a 75 as cidades em emergência

    O boletim divulgado pela Defesa Civil de Santa Catarina às 16h desta quinta-feira mostra que 75 municípios estão em situação de emergência por causa da estiagem.

    Veja o mapa completo das cidades em situação de emergência

    Visualizar Cidades em situação de emergência em um mapa maior

    Colunistas