A derrota por 1 a 0 para a Argentina em pleno Maracanã não representou apenas o terceiro revés seguido de Fernando Diniz à frente da seleção, mas também desencadeou uma série de recordes negativos.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Tenista que derrotou Serena Williams em seu último jogo vai às quartas do WTA Florianópolis

JASC é cancelado devido a estragos causados pelas chuvas em Rio do Sul

Pela primeira vez na história, a seleção brasileira foi derrotada jogando como mandante em uma partida de Eliminatórias. Até então, eram incríveis 64 jogos de invencibilidade.

Continua depois da publicidade

Em 1963, a seleção formada por Gilmar (Santos), Djalma Santos (Palmeiras), Mauro (Santos), Cláudio (Internacional) e Altair (Fluminense); Zito (Santos), Gérson (Flamengo); Dorval (Santos), Amarildo (Botafogo), Pelé (Santos) e Pepe (Santos), terminou o ano com mais derrotas que vitórias.

Em 18 jogos disputados, foram sete vitórias, três empates e oito derrotas. Neste ano de 2023, ao todo foram nove jogos, com três vitórias (Guiné, Bolívia e Peru), um empate (Venezuela) e cinco derrotas (Marrocos, Senegal, Uruguai, Colômbia e Argentina). Com isso, a seleção volta a terminar uma temporada com mais derrotas que vitórias, após 60 anos.

O Brasil retorna a campo somente no dia 23 de março, em amistoso que será realizado contra a Inglaterra no tradicional Estádio de Wembley.

Veja também: Todos os recordes quebrados por Cristiano Ronaldo na seleção portuguesa

Continua depois da publicidade

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC.

Destaques do NSC Total