nsc
    dc

    Bem equipados

    Seleção se protege do mosquito Aedes aegypti: "Tem repelente no quarto"

    Jogadores brasileiros afirmam que a Granja Comary se preparou para evitar "surpresa"

    23/03/2016 - 11h51 - Atualizada em: 23/03/2016 - 11h54

    Compartilhe

    Por Lancepress
    (Foto: )

    Além da preocupação com os próximos adversários dentro de campo pelas Eliminatórias, os jogadores da Seleção Brasileira estão atentos as investidas de outro oponente perigoso: o mosquito Aedes aegypti.

    Nos quartos da Granja Comary, em Teresópolis — e até na área da imprensa — a Cimed, patrocinadora da CBF, disponibilizou repelentes para serem utilizados durante a temporada da equipe no Rio de Janeiro e, principalmente, no Recife, um dos principais focos de infestação do mosquito.

    Leia mais:

    Jonas não se vê como centroavante e só voltou à Seleção "graças" à sogra

    Diego Alves espera sequência na Seleção: "Quero aproveitar bem"

    Dunga esboça time titular com Renato Augusto e Fernandinho

    — Estamos sujeitos a isso, sabemos como está afetando isso. Desde o início que chegamos aqui, temos os produtos necessários para não sermos pegos de surpresa. Tem repelente no quarto, estou passando todos os dias — contou o atacante Jonas.

    O goleiro Diego Alves também defendeu medidas de combate ao inseto e à propagação das doenças.

    — Tudo o que for bom para combater esse vírus que ataca o Brasil é importante. Acho que todos de uma certa forma podem dar uma contribuição para minimizar esse problema — completou.

    *LANCEPRESS

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas