nsc

publicidade

NBB

Sócios do JEC têm aparecido em baixo número nos jogos do Basquete Joinville

Recorde até o momento foi de 25 sócios na partida de estreia da equipe no Centreventos, diante do Pinheiros

15/11/2018 - 16h20

Compartilhe

Por Redação NSC
Basquete Joinville e JEC firmaram parceria informal para a disputa do Novo Basquete Brasil
Basquete Joinville e JEC firmaram parceria informal para a disputa do Novo Basquete Brasil
(Foto: )

A parceria entre o Basquete Joinville e o JEC ainda não surtiu grande efeito em termos de público. Nos quatro jogos em casa dos joinvilenses no Novo Basquete Brasil (NBB), poucos sócios estiveram presentes no Centreventos. O recorde aconteceu justamente na primeira partida, contra o Pinheiros, quando 25 sócios acompanharam a partida - o público pagante foi de 922 pessoas.

Na sequência, a presença só diminuiu. No dia 1º de novembro, diante do Corinthians, 13 sócios prestigiaram a partida - o público total foi de 800 pessoas. Contra o Basquete Cearense, 11 sócios estiveram no Centreventos - 499 torcedores pagaram ingresso. Na última rodada, contra o Bauru, apenas dez sócios acompanharam o duelo - 533 pessoas pagaram ingresso.

Vale lembrar que os torcedores do JEC pagam meia-entrada para acompanhar o Basquete Joinville - R$ 15 na arquibancada e R$ 30 nas cadeiras. No entanto, nem o desconto tem atraído os tricolores.

Basquete Joinville e JEC ainda não conseguiram entender o que tem causado tão pouco interesse. No entanto, elaboram estratégias para suas plataformas digitais, onde pretendem ampliar a divulgação dos descontos - no site do JEC, por exemplo, começaram a aparecer mais notícias do Basquete Joinville.

Esta parceria informal entre as equipes é o primeiro passo de um projeto maior, que visa a integração completa. A ideia é que, na temporada 2019/2020, o Basquete Joinville passe a ser JEC, assim como acontece no futsal do JEC/Krona.

Ainda não

A direção do Basquete Joinville confirmou interesse na contratação do pivô Adriano Big, mas mantém cautela no acerto. Por enquanto, não há nada encaminhado segundo o clube. A ideia é esperar a participação do Franca na Liga Sul-americana para a partir daí buscar algo mais concreto. Ainda segundo a diretoria, o interesse é apenas informal, sem nenhum acordo nem com o jogador nem entre os clubes.

Deixe seu comentário:

publicidade