publicidade

Surfe

Surfista Gabriel Medina vira no fim contra Ítalo Ferreira em J-Bay e vence a 1ª em 2019 

Ítalo tinha uma nota 9,10 na somatória e vencia até 5 minutos antes do fim, mas Medina pegou uma onda que rendeu 9,77 com direito a um tubo no final

19/07/2019 - 12h06 - Atualizada em: 19/07/2019 - 12h13

Compartilhe

Por Folhapress
Onda com direito a tubo rendeu a nota que Medina precisava para virar a bateria
Onda com direito a tubo rendeu a nota que Medina precisava para virar a bateria
(Foto: )

Atual campeão do Mundial de Surfe (WSL), o brasileiro Gabriel Medina derrotou nesta sexta (19) o compatriota Ítalo Ferreira na decisão de Jeffreys Bay, na África do Sul, e conquistou a sua primeira etapa na temporada.

Ítalo, que tinha uma nota 9,10 na somatória, vencia até cinco minutos antes do fim, quando Medina pegou uma onda que lhe rendeu 9,77, com direito a um tubo no final. O bicampeão mundial ainda tinha um 9,73, o que lhe garantiu a vitória por 19,50 a 16,77.

— Isso é muito bom, é difícil ganhar esse campeonato. Eu não esperava essa vitória — disse Medina.

Resultado divulgado no site da WSL na internet
Resultado divulgado no site da WSL na internet
(Foto: )

O resultado em Jeffreys Bay embola a disputa pelo título mundial da temporada. Com o terceiro lugar na África do Sul, o americano Kolohe Andino assumiu a liderança, ultrapassando o havaiano John John Florence, ausente por lesão. John John, inclusive, só deve voltar em 2020.

Veja no site da WSL o vídeo da onda que deu a vitória a Medina

Andino chegou aos 33.845 pontos no ranking e é seguido de perto pelo brasileiro Filipe Toledo, que também parou nas semifinais em J-Bay e tem 33.280 pontos. John John Florence ainda é o terceiro com 32.425.

Depois de um começo devagar na temporada, Gabriel Medina também se aproxima da disputa, com 26.895 pontos no ranking, agora na sétima colocação. Ítalo segue à sua frente, com 29.950 pontos e agora em quarto. O japonês Kanoa Igarashi (quinto com 29.450) e o sul-africano Jordy Smith (sexto 29.365) também estão na briga.

A próxima etapa do Mundial será realizada a partir do dia 21 de agosto, em Teahupo'o (Taiti). Faltam cinco provas para o final da temporada.

O dia também foi decisivo na competição feminina em Jeffreys Bay. A haviana Carissa Moore venceu na decisão Lakey Peterson por 15,47 a 14,60 e assumiu a liderança do ranking.

Acesse as últimas notícias do NSC Total

Deixe seu comentário:

publicidade