nsc

Disputa por vaga

Tcheco projeta decisão contra o Figueirense pela Copa do Brasil: "É um sonho que temos"

Ex-jogador e atual técnico do FC Cascavel participou do Quatro em Campo da CBN Diário

17/03/2021 - 14h21

Compartilhe

Kadu
Por Kadu Reis
Técnico Tcheco participando do programa Quatro em Campo da Rádio CBN Diário em 16/03/2021 com apresentação de Kadu Reis, Luciano Calheiros, Everton Siemann, Ronaldo Fontana e Heitor Machado
Técnico do FC Cascavel, Tcheco participou do Quatro em Campo da CBN Diário
(Foto: )

O Figueirense visita o FC Cascavel nesta quinta-feira (18), às 18h, em jogo decisivo na primeira fase da Copa do Brasil. O Alvinegro tem vantagem de empate diante de um adversário que é estreante na competição, mas tem ambições. O técnico Tcheco, comandante do time paranaense, falou sobre o projeto do clube em entrevista ao programa Quatro em Campo da CBN Diário.

> Figueirense rechaça desistência de competições e segue em busca do pedido de recuperação

— É um clube que está na mesma linha de planejamento que Chapecoense ou Operário de Ponta Grossa. Tem uma estrutura muito boa e quer seguir estes passos. Para isso é preciso trilhar um caminho longo e árduo, que passa por um jogo como este diante do Figueirense. Se queremos chegar lá, temos que passar por isso. Em um prazo de oito anos, o clube imagina estar na segunda divisão nacional — comenta o treinador.

Não vai ser nada fácil. É um sonho que temos e vamos tentar

> Quatro em Campo recebe o técnico Tcheco, adversário do Figueirense pela Copa do Brasil

Ex-jogador, Tcheco deixou saudades aos torcedores de clubes como Grêmio e Coritiba, onde se tornou ídolo. Em campo, seu jogo era cadenciado, técnico, marcas de um camisa 10 clássico. O início da carreira de treinador teve passagem por Santa Catarina, no Barra. Agora comandando o FC Cascavel, ele busca aplicar no time um estilo de futebol parecido com o que tinha quando era atleta.

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

— Sempre vou tentar passar para os meus jogadores uma ideia de futebol em que a gente tente jogar, não fique se escondendo. Entendo que tenho jogadores com qualidade para fazer esse sistema que propõe o jogo. Vamos encontrar outra dificuldade contra o Figueirense, acima do estadual. É Copa do Brasil, outro ambiente. Teremos de entender como vem o Figueirense, tentar fazer nosso jogo e nos impor — pontua Tcheco.

Assista a entrevista com o técnico Tcheco no Quatro em Campo:

O FC Cascavel está invicto neste início de temporada. A equipe treinada por Tcheco enfrentou Azuriz e Paraná, pelo estadual, vencendo os dois jogos pelo placar de 1x0. O time base tem Ricardo Ernesto, Líbano , Afonso, Willian Gomes e Carlinhos; Robinho, Oberdan e Willyan Sotto; Léo Itaperuna, Henrique e Leichtweis. O treinador vê possível vantagem do Figueirense por ter disputado uma partida a mais.

> Quatro em Campo: entenda a batalha do Figueirense na Justiça

— O Jorginho faz um processo de reformulação, 17 contratações, não é da noite para o dia que as peças se encaixam. Mas são contratações com o aval dele e que devem ter qualidade, mas temos poucas informações. O Figueirense tem a vantagem de já ter disputado três jogos, talvez chegue em melhor ritmo. Temos que entender o jogo e a vantagem que o adversário pode ter — projeta o técnico.

É uma pena ver o Figueirense nesta situação. Depois de quinta-feira, torço pra que a equipe se reestruture

O jogo da primeira fase da Copa do Brasil entre FC Cascavel e Figueirense será realizado nesta quinta-feira (18), às 18h, no Estádio Olímpico Regional, no interior paranaense. As equipes faturam R$ 560 mil pela participação na etapa inicial e o classificado acumula mais R$ 675 mil. Caso avance, o Alvinegro pode ter um clássico pela frente na segunda fase da competição.

> CBF define premiações da Copa do Brasil 2021; saiba quanto cada time pode receber

Resenha

Não faltou descontração na participação de Tcheco no Quatro em Campo. O ex-jogador falou sobre as brincadeiras que faz com a esposa, Kelly Pedrita, que é apresentadora de TV no Paraná. Ele ainda relembrou as histórias de campo, como a final da Libertadores de 2007 com a camisa do Grêmio. Perguntado sobre qual a melhor função, jogador ou treinador, ele não teve dúvidas na resposta.

Mil vezes ser jogador do que treinador. Técnico não comemora vitória, fica aliviado

OUÇA TODAS AS EDIÇÕES DO QUATRO EM CAMPO EM 2021

Leia mais

> Debate Diário: Palmas x Avaí no Independência e os jogos da Copa do Brasil

> Volante do Figueirense se aproxima da volta aos gramados após um ano: "Contando os dias"

> Quatro em Campo recebe Raffaele Messina, coordenador de futebol do Figueirense

Colunistas