O Fodaxman, prova de triatlo extremo realizada em Santa Catarina, vai integrar o calendário do XTri World Tour, circuito mundial que reúne outros eventos da modalidade que aliam grandes distância e muita dificuldade aos atletas. Neste ano, o triatlo será realizada no dia 14 de dezembro e na condição de prospecção. A repercussão na edição do ano passado chamou a atenção do júri internacional e a partir de 2019 fará parte do circuito mundial de extreme triathlon.

Continua depois da publicidade

No ano passado, os vencedores foram os triatletas Luíza Tobar (12h58) e Jonathan da Silva (12h09). Foram 3,8km de natação na barragem do Rio São Bento, em Siderópolis, 180km de ciclismo, até Urubici, passando pela Serra do Rio do Rastro, e 42km de corrida, do centro de Urubici até o Morro da Igreja – com quase 5 mil metros de altimetria acumulada (saiba mais clicando aqui).

Neste ano, junto do Fodaxman mais duas provas foram selecionadas como “prospect races”: a Black Lake Xtreme Triathlon, em Montenegro, e Manx Xtreme Triathlon, na Ilha de Man, no Reino Unido. Os três eventos se unem ao Norseman (Noruega), Swissman (Suíça), Celtman (Escócia), Janosik Slovak (Eslováquia), Canadaman (Canadá), Swedeman (Suécia), Icon (Itália), Hispaman (Espanha) e Patagonman (Chile). Cada uma das provas do XTri World Tour é classificatória para o XTri World Championship.

– Desde o momento que pensamos em criar o Fodaxman nos espelhamos em provas como o Norseman, Swissman e Celtman. Apesar de começarmos pequenos, tínhamos grandes ambições. Com a criação do XTri World Tour, em 2018, foi um caminho natural direcionar nossos esforços para tornar nosso evento em uma prova do circuito mundial. Sermos anunciados como “prospect race” em 2019 é uma excelente notícia tanto para nós quanto para os triatletas brasileiros – comentou Fernando Palhares, um dos organizadores do evento.

O Xtri World Tour traz para o cenário mundial incríveis corridas de triatlo extremo em locais únicos. Com tamanhos de campo limitados e forte integração com a comunidade, as provas são experiências memoráveis na vida dos triatletas. Em 2019 o Circuito Mundial contará com doze eventos, passando por Noruega, Suíça, Escócia, Eslováquia, Canadá, Suécia, Itália, Espanha, Chile, Montenegro, Ilhas de Mann e Brasil. Todas as etapas serão classificatórias para o Mundial da categoria, que acontece em 2020, na Noruega.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total