nsc
    dc

    Fórmula-1

    Verstappen pede Red Bull "mais competitiva" para seguir na equipe no futuro

    Holandês tem sofrido com problemas mecânicos ao longo da temporada

    21/08/2017 - 20h36

    Compartilhe

    Por Lancepress
    (Foto: )

    Max Verstappen declarou que a Red Bull precisará ser mais competitiva na Fórmula-1 ao longo dos próximos 18 meses se quiser evitar que ele saia da equipe. O holandês teve uma frustrante metade de temporada com a escuderia neste ano, com problemas de confiabilidade que afetaram seu desempenho.

    Verstappen está sob contrato até o final de 2019 com a Red Bull, e o chefe da equipe, Christian Horner está confiante de que ele não será abordado por Ferrari ou Mercedes. Mas, falando após a corrida do DTM em Zandvoort neste fim de semana, o jovem piloto disse que seu compromisso com a equipe austríaca depende totalmente da competitividade do carro.

    Leia mais:

    Gaúcho atropela vaca, mas mantém liderança no Rally dos Sertões

    – Eu sempre disse que não há razão para sair enquanto tenho um carro competitivo. No momento, não estamos onde quero estar, mas isso não significa que você precisa desistir imediatamente. É necessário trabalhar duro. Depois de dois ou três anos sem melhorar, no entanto, seria uma história diferente. Estamos trabalhando duro para melhorar, mas vamos ver o que acontece após o próximo ano – explicou Verstappen.

    O holandês diz que as melhorias no chassi serão a chave para a Red Bull no restante deste ano, já que a Renault não planeja nenhuma grande atualização nos seus motores.

    – Nós continuamos nos desenvolvendo, mas todas as equipes o fazem. Então, temos de fazê-lo um pouco mais rápido e melhor, é claro. No que diz respeito ao motor, não teremos muitas coisas em relação às outras equipes, portanto precisamos garantir que nosso carro esteja indo na direção certa – completou.

    *LANCEPRESS

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas