nsc
    dc

    Tiroteio e mortes

    VÍDEO: Criminosos são mortos pelo Bope após assalto a loja em Palhoça

    Polícia faz cerco na região da BR-101 com helicópteros e viaturas atrás de demais bandidos envolvidos no assalto

    13/10/2017 - 14h50 - Atualizada em: 21/06/2019 - 21h33

    Compartilhe

    Por Redação NSC

    Criminosos são mortos pelo Bope após assalto a loja em Palhoça

    Conforme informações da Delegacia de Polícia Civil de Palhoça, entre quatro e seis criminosos assaltaram o estabelecimento na Avenida Bom Jesus de Nazaré, no bairro Aririú. Um funcionário do local que prefere não se identificar disse à reportagem que os homens chegaram no local armados com pistolas e mandaram todos se deitarem no chão. Eles não usavam máscaras e as câmeras de segurança filmaram o assalto.

    — Levaram o que acharam pela frente, dinheiro do caixa, celulares dos clientes, as chaves dos carros. Deram chute nos clientes, trancaram nós no banheiro, disseram que iriam nos matar. Foi terrível — relatou.

    Conforme o funcionário, durante o assalto, do lado de fora da loja um integrante do grupo era revistado pela polícia, que não sabia que dentro estava sendo realizado o crime. Em seguida, começou a perseguição.

    De acordo com a delegacia da cidade, os bandidos se esconderam em um mato atrás do Posto Catarinão, na BR-101, onde houve cerco e confronto. Dois bandidos foram baleados e mortos no local. Um deles era uma adolescente de 15 anos com passagens por roubo e furto. O segundo morto foi identificado como Jorge Otaviano de Souza Neto, 22 anos, morador da Ponte do Imaruim, com passagens por roubo, tráfico e porte de arma.

    O helicóptero da Polícia Militar e diversas viaturas estão sendo utilizadas neste momento para localizar os criminosos. Ainda segundo DP de Palhoça, o grupo teria praticado outros dois assaltos antes de roubar a loja de materiais de construção. A mercadoria levada ainda não foi recuperada.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas