nsc
    an

    Futebol

    Wagner Lopes é apresentado pelo JEC e atribui chegada ao bom relacionamento com Agnello Gonçalves

    Comandante terá no JEC contrato por tempo indeterminado, mas confia que fará trabalho com "começo, meio e fim"

    23/08/2018 - 12h54 - Atualizada em: 23/08/2018 - 12h55

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Wagner Lopes começa o trabalho no Joinville a partir da próxima segunda-feira
    Wagner Lopes começa o trabalho no Joinville a partir da próxima segunda-feira
    (Foto: )

    O Joinville oficializou na na tarde desta quinta-feira a contratação do técnico Wagner Lopes. O comandante, anunciado na terça-feira, chegou ao clube e, no primeiro discurso, valorizou o bom relacionamento com o gerente de futebol Agnello Gonçalves para justificar a sua escolha pelo JEC.

    - Sempre tive interesse de trabalhar com Agnello há algum tempo, pelo profissional que é, pelo caráter e acompanha o mercado de maneira bem intensa - afirmou.

    Wagner manterá um contrato por tempo indeterminado. Em termos práticos, terá confiança da diretoria para seguir seu trabalho, com abertura para, eventualmente, sair caso surja uma boa proposta. No entanto, Wagner garantiu que quer ter um trabalho com "começo, meio e fim".

    - A palavra do Agnello me basta, a seriedade dele e o histórico de responsabilidade, bom caráter e garantias. Mas tudo depende do trabalho de todos o setores. Se o trabalho for sério do profissional ao sub-11, de uma maneira correta e direcionada, trará frutos - respondeu sobre as garantias que terá no comando do JEC.

    No Joinville, Wagner Lopes tentará empregar um pouco da cultura japonesa - ele tem dupla cidadania. O treinador acredita que a disciplina dos japoneses combinada a arte dos brasileiros (improviso) poderá trazer bons frutos ao Tricolor.

    - Se você pegar a disciplina do japonês e organizar com a alegria do brasileiro, podemos ter resultados. Temos que pegar o que tem de bom na cultura japonesa e brasileira e juntar no trabalho. Só o trabalho irá tirar o Joinville dessa situação.

    Wagner Lopes chegou acompanhado pelo auxiliar Sandro Rosa e pelo preparador de goleiros José Alberto Quitete. O preparador físico Alexandre Irineu não pôde ser apresentado porque passou por uma cirurgia recentemente.

    O começo do trabalho será na próxima segunda-feira, quando o grupo se reapresentará às 15 horas, no CT do Morro do Meio. Serão três semanas de preparação até a estreia na Copa Santa Catarina contra o Metropolitano, no dia 16 de setembro, em Blumenau. O treinador já adiantou que quer recuperar o orgulho do torcedor tricolor a partir da disputa deste torneio, mas evitou fazer promessas em relação à conquistas.

    - Quero sempre buscar vitórias e buscar reconhecimento. A reconstrução é passo a passo e precisa ser bastante transparente, criando protocolos. Quero resgatar do torcedor jogo a jogo, duelo a duelo, com muito trabalho, muita seriedade, respeito à camisa do JEC e que cada um dê o seu melhor - concluiu.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas