nsc

publicidade

Ânderson

Votação

Amin contra e Jorginho a favor do decreto das armas no Senado

Compartilhe

Por Ânderson Silva
14/06/2019 - 04h45 - Atualizada em: 14/06/2019 - 10h38
Jorginho Mello e Esperidião Amin (Fotos: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense)

Dos três senadores catarinenses, dois participaram da votação do decreto das armas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que ocorreu no Senado na quarta-feira (12). Votaram Jorginho Mello (PL) e Esperidião Amin (Progressistas). E deu empate. Jorginho foi a favor do decreto, enquanto Amin votou contra o texto do presidente Jair Bolsonaro.

Radares

A promotora Juliana Padrão Serra de Araújo, da 31ª Promotoria de Florianópolis, pediu que as provas do processo que apura os fatos apurados em relação aos radares na operação da Polícia Federal (PF) Ave de Rapina sejam compartilhados para que ela possa instaurar uma ação civil pública sobre o caso. A ação judicial que tramita na Vara Criminal da Região Metropolitana está pronta para decisão do juiz Elleston Lissandro Canali.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

anderson.silva@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade