publicidade

Navegue por
Dagmara

Inquérito

Polícia e MP investigam denúncia contra deputado de SC por suposta injúria racial; parlamentar nega

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
25/05/2019 - 10h06 - Atualizada em: 27/05/2019 - 11h12

A Polícia Civil (PC) e o Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) investigam denúncia de injúria qualificada por preconceito contra o deputado estadual Ivan Naatz (PV). O autor é um funcionário do gabinete do parlamentar, que é negro. Ele afirmou à polícia que, ao ser apresentado junto com a equipe, o deputado teria afirmado que “um preto trabalha no gabinete porque se der m* a culpa é dele”.

Naatz, que está em missão oficial de turismo da Fecomércio com o Senac, na Flórida (EUA), se disse “perplexo, triste e decepcionado” com a denúncia.

Boletim de Ocorrência
Boletim de Ocorrência
(Foto: )

O inquérito corre na 1ª Delegacia da Polícia Civil de Florianópolis. A delegada Juliana Renda Gomes, responsável pela investigação, disse que vai ouvir testemunhas e o deputado no decorrer da investigação, mas não deu detalhes sobre o caso.

Estou decepcionado, mas de consciência tranquila porque sei que a verdade prevalecerá deputado estadual Ivan Naatz

No MP-SC, um procedimento de investigação criminal foi aberto na Subprocuradoria Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, órgão do Ministério Público de Santa Catarina, para apurar as circunstâncias do fato, que teria ocorrido no dia 8 de maio.

Confira nota emitida pelo deputado:

"Estou entre perplexo, triste e decepcionado com o episódio lamentável proporcionado pelo nosso colaborador, a quem considerava também amigo, assim como considero todos da nossa equipe. Se tivesse tendência racista, não o teria contratado. Nem meu coordenador geral de gabinete e presidente do PV de Blumenau, Jadison Fernandes seria negro, como o é. Acima de tudo é, meu amigo e irmão, conselheiro de todas as horas. Sou um homem liberal , democrático e defensor de todas as liberdades individuais, credos e raças. Quem me conhece sabe disso. Cada pessoa tem o direito de ir numa delegacia e fazer uma declaração. Infelizmente, certas pessoas tem um sentimento de segregação pré- estabelecido".

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

dagmara.spautz@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação