nsc
nsc

Geração de energia

Engie encerra 2020 com lucro 21% maior e investimentos de R$ 4 bi

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
12/02/2021 - 18h56
Eduardo Sattamini, presidente da Engie Brasil Energia
Eduardo Sattamini, presidente da Engie Brasil Energia (Foto: Felipe Carneiro, NSC, BD)

A multinacional Engie Brasil Energia, que tem sede em Florianópolis, obteve em 2020 lucro líquido de R$ 2,797 bilhões, 21% superior ao do ano anterior. A receita operacional líquida totalizou R$ 12,259 bilhões, com alta de 25%, e o Ebitda alcançou R$ 6,484 bilhões, 25,7% superior a 2019. Os investimentos do ano somaram R$ 4,013 bilhões.

Setor de serviços de SC fecha 2020 com queda de 4%

Colaboraram para o resultado positivo o bom portfólio, a entrada de resultados de novos negócios como a Usina Termelétrica Pampa Sul e o Conjunto Eólico Umburanas, além da participação da TAG, a Transportadora Associada de Gás. Outro fato positivo foi que a companhia conseguiu repactuar risco hidrológico de R$ 967,7 milhões.

O presidente da companhia, Eduardo Sattamini, disse em durante a pandemia o foco foi garantir o suprimento de energia. Observou que as despesas financeiras cresceram 57,8% devido à ata do IGPM nas correções de dívidas, aumento dos juros e correção monetária. Esses custos maiores serão incorporados nas contas de luz nos próximos anos.

No relatório do balanço, a Engie informou que dará sequência ao plano de descarbonização de ativos. A térmica Pampa Sul terá processo de venda retomado e o futuro do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, em Capivari de Baixo, Santa Catarina, está sendo analisado por uma comissão liderada pelo governo federal. Mas é certo que a companhia vai vende-lo. Entidades buscam alternativa para manter ativo o setor de carvão que gera mais de 20 mil empregos no Estado.

A companhia destacou também como fato importante do ano passado o acordo que celebrou com a Natura para a aquisição de créditos de carbono da Usina de Cogeração de Lages. O objetivo é compensar a emissão de 100 mil toneladas de CO2, do inventário de 2019. 

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas