nsc
    nsc

    Movimento no mercado

    Linx, líder em tecnologia para varejo, adquire a catarinense Hiper

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    02/04/2019 - 11h55 - Atualizada em: 02/04/2019 - 12h34
    Crédito: Hiper, divulgação

    O mercado de fusões e aquisições no setor de tecnologia segue acelerado. A paulista Linx, líder nacional em sistemas para o varejo, anunciou nesta terça-feira a aquisição da Hiper, de Brusque, especializada em soluções SAAs para micro e pequenas empresas do comércio por R$ 50 milhões. Pelo acordo, os fundadores da startup catarinense Tiago Vailati (centro da foto), que também é o CEO, mais Marinho Silva (E) e Marcos Fischer (D) vão continuar na liderança do negócio, agora como sócios da Linx.

    ​Tech SC: fique por dentro do universo da tecnologia em Santa Catarina​

    Entre as razões que atraíram a atenção da líder para a Hiper, estão a forte presença no mercado e o crescimento acelerado. Fundada em 2012, a empresa de SC tem hoje mais de 15 mil clientes ativos em 2 mil municípios do Brasil, mais de 600 canais de distribuição e projeção de faturamento de R$ 13 milhões este ano. Do final de 2017 até agora - em um ano e três meses - registrou crescimento de 50% no número de clientes, subiu de 10 mil para 15 mil.

    O negócio foi fechado por R$ 17,7 milhões à vista. Além disso, com base no atingimento de metas financeiras e operacionais no período entre 2019 a 2021, está previsto um adicional de até R$ 32,3 milhões.

    - A aquisição da Hiper é mais um movimento da Linx em sua estratégia de aumentar a penetração de TEF e Linx Pay, que representa uma importante oportunidade de crescimento para a Companhia. Neste caso, o racional é aumentar ainda mais o mercado endereçável de Linx Pay Hub com uma proposta de valor diferenciada através da combinação das soluções de meios de pagamento com um software de gestão em nuvem para micro e pequenos varejistas, ofertada por canais com alta capacidade de distribuição – afirma Alberto Menache, diretor-presidente da Linx.

    Agora os brusquenses ganham mais força ao atuarem com a maior do país, mas o desafio de difundir tecnologia aos pequenos negócios de varejo continua o mesmo. Eles se destacaram nos segmentos de lojas de vestuário, calçados, cosméticos, variedades, brinquedos e presentes.

    - É uma nova jornada para a empresa e para nosso time e estamos empolgados para trabalhar ao lado da Linx, que tem tem os propósitos muito alinhados com os nossos. A diretoria continuará a mesma, bem como o nosso time, que teve um papel fundamental para chegarmos até aqui – diz Tiago Vailati.

    A Linx, que detém 41,3% de market share do varejo brasileiro e está na bolsa desde 2013, foi fundada em São Paulo por Nércio Fernandes em 1985 com o objetivo de desenvolver software para gestão. Começou a crescer por meio de aquisições em 2008. Até agora adquiriu 28 empresas de tecnologia no Brasil e uma no exterior, a Synthesis, em julho de 2017. Tem 3 mil colaboradores que atuam na sede em SP, em 13 filiais no Brasil e em sete países da América Latina.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas