nsc
nsc

Covid-19

Esposa de vereador de Blumenau devolve dinheiro do auxílio emergencial

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
24/06/2020 - 11h10
Becker pediu desculpas pelo que chamou de erro (Foto: Lucas Prudêncio, Divulgação)
Becker pediu desculpas pelo que chamou de erro (Foto: Lucas Prudêncio, Divulgação)

O vereador Oldemar Becker (DEM) informou, nesta quarta-feira (24), que a esposa dele devolveu o dinheiro recebido como auxílio emergencial do governo federal. Ela e a filha de 22 anos tiveram acesso ao benefício, conforme a coluna publicou na terça.

Becker enviou um boleto em nome da mulher com previsão de pagamento ao Ministério da Cidadania. O governo criou um mecanismo para facilitar a devolução de recursos por quem tenha recebido o auxílio indevidamente.

— Quero pedir desculpas pelo erro que minha mulher cometeu. Como estava tudo fechado, ela se cadastrou. O dinheiro veio, mas ela não usou. Agora que descobriu que não pode, já devolveu o dinheiro. Que atire a primeira pedra quem nunca errou — disse Becker.

Como o vereador recebe R$ 11 mil de salário bruto mensal, o pagamento à esposa supera o teto de renda familiar estabelecido pelas regras do auxílio emergencial: R$ 3,1 mil. Quanto à filha, que não vive com o casal e está desempregada, o pagamento não configuraria irregularidade.

Na terça, Becker havia dito que a esposa decidiu solicitar o auxílio de R$ 600 para repassar à filha.

Além de vereador, Becker é comerciante do ramo de materiais de construção.

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas